Confira aqui algumas dicas de como escolher o curso ideal para sua carreira.

Escolher o curso é uma responsabilidade enorme, pois é algo que irá mudar o futuro da pessoa, por isso é preciso pensar bem, analisar todas as possibilidades e claro, contar com a ajuda de quem tem mais experiência de vida. Por isso tantos estudantes sofrem neste momento, ao se depararem com o problema para o qual não estão preparados.

Algumas poucas pessoas, desde cedo já sentem vontade de seguir uma determinada profissão, já sabem o que devem fazer para se realizarem na vida, mas a grande maioria se vê perdida quando precisam escolher o caminho a seguir. Mas algumas dicas podem ajudar o jovem a se decidir neste momento, lembrando que os pais jamais devem pressionar os filhos, querendo que eles façam a faculdade que eles não puderam frequentar. Cada pessoa tem seus anseios, dons, necessidades, por isso esta escolha é única.

Cursos: o primeiro passo é selecionar alguns cursos com o qual se identifica mais. Se o jovem tiver que escolher um curso, a responsabilidade pesa, mas se ele puder selecionar alguns, então fica mais fácil. Analise bem as áreas com as quais se identifica mais e depois, aos poucos, vai fazendo novas seleções, excluindo um curso de cada vez e assim ficará mais fácil escolher quando sobrar apenas três ou dois para se decidir entre eles. Nesta etapa não basta apenas anotar os cursos em uma folha de papel e depois ir riscando um a um, até ver qual irá sobrar. É preciso partir para a parte prática, ou seja, procure se informar ao máximo, analise os prós e contras, converse com pessoas das áreas selecionadas, assim tomará uma decisão mais consciente.

Mercado de Trabalho: o jovem pode não ter grandes responsabilidades hoje, mas futuramente terá e ao escolher o curso ele estará tomando uma decisão que mexe com esta parte, ou seja, como ele estará dentro de alguns anos, então é impossível não analisar a parte financeira, ver se o mercado de trabalho oferece campo de atuação, se na cidade onde mora encontrará espaço ou se será preciso mudar para outro município, ou até mesmo outro estado, é preciso ver tudo isso agora, antes de definir o curso.

Teste vocacional: antigamente era muito popular os testes vocacionais, depois eles acabaram caindo no esquecimento e agora estão voltando a fazer sucesso, justamente pela quantidade enorme de jovens que estão encontrando dificuldade em escolher o caminho que deverão seguir. Entretanto, o jovem não deve se contentar apenas com os testes online, encontrados em vários sites na internet, é sempre bom ter o suporte de um profissional especializado nesta área, para ter certeza que a análise é válida. Algumas escolas já oferecem estes testes aos alunos que estão se formando, mas também é possível fazê-los com psicólogos e o jovem precisa ter em mente que o resultado é uma ajuda, não uma decisão final, a escolha é sempre dele.

Gastos: infelizmente, este momento na vida do jovem é quando ele precisa deixar os sonhos um pouco de lado e ser mais racional. Estudar envolve gastos, é preciso analisar quais as instituições de ensino superior estão oferecendo a graduação que tanto deseja, então é preciso ver as condições financeiras, se a família pode ou não ajudar, pois assim estará evitando perder tempo e dinheiro, tendo que parar futuramente por não ter mais condições de arcar com as despesas.

Local: por fim, é preciso ver onde a faculdade se encontra, se será preciso gastar com transporte público e no caso de ser em outra cidade, até se mudar para lá. Nesta hora é preciso ver também a questão da segurança, pois se o curso é a noite, saber que horas termina, como será o trajeto até chegar em casa, porque tudo isso precisa ser feito antes de definir que curso seguir, para não correr o risco de se arrepender depois.

Por Russel


Veja aqui todos os detalhes sobre o Vestibular UCSal 2018.

A UCSal abriu nesse mês as inscrições para a o Vestibular de Inverno de 2018. A Universidade oferece diversos cursos, além de contar com um sistema de bolsas muito interessante.

Além disso, os vestibulandos podem ter a chance de utilizar a nota obtida no ENEM realizado entre os anos de 2011 a 2017. Leia o artigo completo e saiba de tudo que precisa para se inscrever no vestibular de inverno da Universidade Católica de Salvador.

Saiba tudo sobre como se inscrever no vestibular de inverno da UCSal de 2018

As inscrições para participar do vestibular de inverno já estão abertas. A Universidade publicou um Edital do Vestibular que deve ser lido por todos os candidatos que possuem interesse em concorrer as vagas de graduação.

De acordo com o edital, não será cobrado nenhuma taxa para inscrição do vestibular. A inscrição deverá ser realizada exclusivamente pela internet, diretamente pelo site da Universidade Católica de Salvador.

Estão disponíveis 1.780 vagas para diversos cursos de graduação. 20 vagas do total estão reservadas para os vestibulandos que alcançarem uma bolsa integral. As 20 vagas estão dividas entre as duas modalidades de vestibular, onde 50% está destinada aos candidatos que realizaram o Vestibular Tradicional e 50% para quem optar por utilizar a nota do Enem.

Modalidades de Vestibular

Como já citado anteriormente, a faculdade disponibiliza a seus vestibulandos duas modalidades para a realização do vestibular.

A primeira é o Vestibular Tradicional, as inscrições para essa modalidade vão até o dia 03 de maio. Nessa modalidade os vestibulandos deverão realizar as provas nos dias 5 e 6 de maio, no local que será divulgado no dia 4 de maio.

As provas irão iniciar as 9 horas da manhã. No primeiro dia serão realizadas provas práticas especificas para cada modalidade de curso escolhido. Já no segundo dia será realizado uma prova objetiva com 40 questões do currículo do ensino médio, além da realização de uma redação.

A segunda modalidade de vestibular oferecida pela UCSal é o Vestibular através do Enem. Os vestibulandos que optarem por essa modalidade deverão realizar suas inscrições até o dia 26 de abril.

O candidato poderá utilizar a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio realizado entre os anos de 2011 a 2017. Esses candidatos não deverão realizar as provas, a classificação será realizada exclusivamente com a nota obtida no exame.

O critério de eliminação para essa modalidade é o seguinte: os candidatos que apresentarem nota inferior a 300 pontos ou então que tiver zerado em qualquer uma das provas especificas e/ou na redação, estão automaticamente desclassificados do vestibular.

Cursos ofertados pela Universidade Católica de Salvador

A Universidade oferece diversos cursos de graduação em diferentes áreas. São eles:

Ciências Naturais e da Saúde

  • Educação física;
  • Enfermagem;
  • Nutrição
  • Fisioterapia;
  • Biomedicina;
  • Ciências biológicas.

Ciências Sociais Aplicadas

  • Relações públicas;
  • Geografia;
  • Administração;
  • Ciências contábeis;
  • Publicidade e propaganda;
  • Direito
  • Serviço Social.

Educação, Cultura e Humanidades

  • Música;
  • Teologia;
  • Letras-inglês;
  • Filosofia;
  • História;
  • Matemática;
  • Pedagogia;
  • Psicologia.

Engenharias

  • Engenharia Civil;
  • Engenharia mecânica;
  • Engenharia Química;
  • Engenharia de Software
  • Arquitetura e Urbanismo.

Tecnológicos

  • Gastronomia;
  • Análise e desenvolvimento de sistemas.

São diversos cursos que você pode escolher para poder realizar sua graduação.

Descontos e bolsas oferecidos pela Universidade Católica de Salvador

A UCSal oferece diversas modalidades de descontos e bolsas para seus alunos.

Mensalidades

Com a antecipação das mensalidades os alunos podem ganhar descontos. A porcentagem funciona da seguinte forma:

1 MENSALIDADE – 5%
2 MENSALIDADES – 9%
3 MENSALIDADES – 10%
4 MENSALIDADES – 12%
5 MENSALIDADES – 15%

Lembrando que o desconto de 5% é dado somente para as mensalidades pagas até o dia 25 do mês anterior.

Desconto para o aluno que ingressar na Universidade pelo Enem

Esse aluno não pode possuir outro tipo de bolsa e deve obter uma pontuação geral igual ou superior a 300 pontos.

O percentual de desconto irá depender da nota obtida no exame, além de que as mensalidades deverão ser pagas rigorosamente em dia. Se o aluno for beneficiado com esse desconto não poderá ser contemplado com nenhum outro, exceto a antecipação do pagamento de uma mensalidade obtendo o desconto de 5%.

Esse desconto é ofertado somente para alunos novos e será valido para todo curso. A porcentagem funcionará da seguinte forma:

  • 300 a 450 10%
  • 451 a 600 20%
  • 601 a 700 25%
  • Acima de 701 30%

Então não perca mais tempo e faça a sua inscrição no Vestibular de Inverno da Universidade Católica de Salvador.

Isabela Pierini


O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) oferta bolsas de estudo para brasileiros realizarem graduação em Portugal.

Diversas universidades de Portugal aceitam, atualmente, o ingresso do aluno brasileiro, usando a nota do ENEM. O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) é uma dessas instituições que estão oferecendo bolsas para graduação em Portugal.

As bolsas de estudo oferecidas são parciais, ou seja, de 50% do valor total, que é de 3 mil euros (com exceção dos cursos da área de saúde que são de 4 mil euros), voltadas para cursos de graduação, que são chamados de “licenciatura” em Portugal. São direcionados aos estudantes brasileiros que possuem certificado de conclusão de Ensino Médio e que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nos últimos 5 anos, acertando, pelo menos, a metade das questões do exame.

São oferecidos 49 cursos de graduação pela instituição, em diferentes áreas de conhecimento, como Ciências Sociais, Artes e Design, Educação, Saúde, Engenharias e Tecnologia, Gestão de Turismo, Ciências Empresariais e Jurídica, Tecnologia do Mar, etc. Geralmente, eles têm duração de, em média, 3 anos.

Além dessas bolsas de 50%, o Instituto oferece ainda mais três bolsas de graduação para alunos estrangeiros. Confira melhor a seguir:

Bolsas de mérito

Essas bolsas são voltadas para os estudantes de outros países, que apresentam um ótimo desempenho acadêmico (média maior ou igual a 7). Neste ano, serão oferecidas duas bolsas por curso. Para concorrer, basta enviar o certificado com a comprovação de sua média final obtida no ENEM. Essa bolsa não isenta a matrícula e sua manutenção é feita a partir da conclusão dos cursos, dentro do período de duração normal, visando às regras de inscrição, avaliação e transição do ano.

Bolsas de cooperação para o desenvolvimento

Essas bolsas são oferecidas a todos os estudantes que vêm de países cuja língua oficial é a língua portuguesa. Para concorrer é necessário enviar o certificado com a nota final do ENEM. A manutenção da bolsa se dá da mesma forma que as Bolsas de Mérito.

Bolsa mais tecnologia

Essa bolsa é voltada para os cursos de Biotecnologia e Engenharias (Civil, de Energia e do Ambiente ou de Gestão Industrial). Para se candidatar, é necessário enviar uma carta informando o motivo de interesse a esse curso. A manutenção da bolsa é da mesma forma que as bolsas anteriores.

Como se candidatar

Durante o ano, existem 3 inscrições para se candidatar às bolsas de graduação em Portugal. A primeira compreende o período do dia 16 de janeiro a 06 de abril, a segunda é entre os dias 18 de maio e 29 de julho e a terceira é entre 27 de julho e 07 de setembro. A candidatura é realizada online (candidaturas.ipleiria.pt/Account/Register), escolhendo o curso e preenchendo o formulário de candidatura, especificando as bolsas de estudo. Todas as candidaturas exigem os dados dos documentos pessoais e acadêmicos do candidato. O candidato pode se inscrever em mais de uma bolsa, sabendo que elas não são cumulativas.

Instituto Politécnico de Leiria

O Instituto politécnico é uma instituição pública de ensino superior, criada no ano de 1980, estando em atividade até os dias atuais. O Instituto conta com mais de 10 mil estudantes, oferecendo cursos de graduação, pós-graduação, mestrado, cursos técnicos superiores profissionais e também cursos para estudantes internacionais. Possui quatro campus, na região central de Portugal, especificamente nas cidades de Caldas da Rainha, Marinha Grande, Peniche e a sede em Leiria.

É uma instituição ativa no desenvolvimento regional e internacional, visando à inclusão e a cooperação entre alunos de diferentes nações. O Instituto oferece diversas bolsas a estudantes internacionais, possuindo em seu site, página específica (www.ipleiria.pt/brasil/candidaturas) para estudantes oriundos do Brasil.

Por Aurenivia Alves Pereira


Confira aqui mais detalhes sobre a possível redução nos valores das mensalidades das faculdades.

Uma tendência que há pelo menos 4 anos, desde 2014, com os rumores de redução do Fies, já davam indícios que mais cedo ou mais tarde as universidades privadas deveriam diminuir o valor das mensalidades dos seus cursos.

E o que já era esperado está se concretizando, conforme divulgado em revistas de grande circulação no país, a informação exclusiva é que o tíquete médio das mensalidades deverá sofrer uma redução dos atuais R$ 750 para R$ 450 por mês.

Fatores que contribuíram para redução

Além do grande número de evasão dos alunos e inadimplência que são reclamações comuns das faculdades em seus cursos presenciais, existem outros fatores que estão contribuindo para que essa diminuição dos valores ocorra.

A redução do financiamento estudantil (FIES) ano após ano e a migração dos alunos da modalidade presencial para modalidades à distância são alguns fatores que impulsionam cada vez mais as faculdades a repensar suas estratégias e rever valores de cursos, inclusive suas mensalidades.

Segundo a consultoria Atmã Educar, esses fatores farão com que as faculdades privadas do país reduzam nos próximos três anos suas mensalidades em até 40% dos valores utilizados atualmente, uma diferença que pode chegar até 300 reais nas parcelas pagas.

Fies promove a queda livre das mensalidades

Há 4 anos, a partir de 2014, o número de novos contratos formalizados pelas universidades privadas para o financiamento estudantil sofreu uma diminuição de 730 mil novos contratos para apenas 300 mil por ano.

Além desta diminuição, o aumento de novos pólos de ensino à distância, cerca de 85% de crescimento no segundo semestre de 2017, graças a uma portaria que foi publicada pelo Ministério da Educação, que abrandou as regras do setor, destravando a modalidade para a criação de novos cursos e com valores mais acessíveis.

Os novos pólos chegam a oferecer mensalidades bem abaixo dos cursos presenciais, alguns cobrando menos que R$ 50 por mês, aumentando a concorrência e desequilíbrio no mercado do ensino.

Ensino à distância oferece vantagens e flexibilidade

O tempo é o principal motivo para que muitos estudantes façam a opção por cursos à distância. Bem como, a flexibilidade de horários e diminuição de custos. Outra vantagem é a oferta dos diplomas com o mesmo peso que um curso presencial e reconhecido pelo MEC (Ministério da Educa/ção).

Algumas pessoas acreditam que o ensino à distância é mais puxado do que os tradicionais. O fator comprometimento e exigência de estudo autodidata também contribuem para esta posição.

A prova real sobre a preferência é a notícia acima, os valores exorbitantes das faculdades presenciais e também pelo crescimento da procura dos últimos anos deste modelo superando o presencial, além disso, a aceitação é inquestionável.

A alta disponibilidade, flexibilidade, custos, certificação reconhecida, ambientes de aprendizagem cada vez mais sofisticados, tutores especializados, possibilidade de trabalhar e estudar ao mesmo tempo de forma bem mais tranquila, ou seja, as vantagens são bem maiores, por isso, a adesão supera as tradicionais.

Uma coisa é certa! As faculdades com os cursos tradicionais terão que se adaptar a tendência com novas estratégias, benefícios e minimizar seus custos ou poderão assistir o declínio e possível extinção de alguns cursos de suas grades presenciais.

Presença em várias cidades do país

A queda livre das mensalidades é rodeada por inúmeros fatores e eles não param de crescer. O acesso era um dos maiores problemas para muitas pessoas, distância e local.

Atualmente com o crescimento do modelo EAD a presença dos pólos à distância está presente em quase todas as cidades brasileiras e são mais de 3100 espalhados para apoio em todo o país.

Os conteúdos e a interação estão sempre disponíveis, 24 horas por dia, 7 dias por semana, o ambiente virtual está disponível para ser acessado a qualquer momento e em qualquer lugar.

Achou interessante este artigo? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos ou deixe seu comentário sobre este assunto.

Marcio Ferraz


UFU oferta quase 2 mil vagas em 90 cursos de graduação que ficaram com vagas ociosas no ano de 2017.

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) abriu processo seletivo para quase duas mil vagas que ficaram ociosas durante o ano de 2017 em 90 cursos de graduação.

Localizada no Triângulo Mineiro, a cidade de Uberlândia – a segunda mais povoada do estado – abriga a UFU que disponibilizou dois editais referentes a processos seletivos de transferência voluntária e de obtenção de novo título para entrada em 2018. A divulgação ocorreu no dia vinte e seis de dezembro e as inscrições começarão na segunda semana de janeiro, com previsão de se encerrarem dia 23 do mesmo mês. O portal para inscrições é www.ingresso.ufu.br e a taxa é no valor de 90 reais.

O edital de transferência é o que tem mais vagas disponíveis: no total são 1.719 distribuídas em 90 cursos. Para concorrer a este processo é necessário ter cumprido todas as atividades curriculares obrigatórias do primeiro ano (ou dos dois primeiros semestres) do curso de origem; já o de obtenção de novo título, exclusivo para quem já é graduado, oferece 273 vagas em 27 cursos. Em ambos os casos, há oferta nos campi de Uberlândia, Patos de Minas, Ituiutaba e Monte Carmelo.

O processo seletivo consiste em uma prova objetiva e redação a ser aplicada no dia 4 de fevereiro de 2018, na parte da manhã (das 8h às 11h) e o resultado está previsto para ser divulgado no dia 23 do mesmo mês. As aulas começarão na primeira semana de março.

Os cursos disponíveis para entrada via transferências são das mais diversas áreas do conhecimento: Administração, Agronomia, Artes Visuais, Biotecnologia, Ciências da Computação, Ciências Biológicas, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Ciências Econômicas, Dança, Engenharia Química, Física de Materiais, Design, Enfermagem, Engenharia de Agrimensura e Cartográfica, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia Biomédica, Engenharia Aeronáutica, Biomedicina, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Medicina, Medicina Veterinária, Engenharia de Computação, Engenharia Florestal, Engenharia Mecatrônica, Física Médica, Fisioterapia, Gestão da Informação, Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações, Ciências Contábeis, Jornalismo, Matemática, Música, Nutrição, Odontologia, Pedagogia, Psicologia, Química, Química Industrial, Relações Internacionais, Engenharia de Agrimensura e Cartográfica, Sistemas de Informação, Teatro, Engenharia Elétrica, Engenharia Ambiental e Zootecnia.

Se você já se formou e deseja ter outra profissão, pode escolher entre os cursos abertos para portadores de diploma superior: Biotecnologia, Ciências Biológicas, Dança, Enfermagem, Engenharia de Alimentos, Engenharia Florestal, Gestão da Informação, Matemática, Engenharia de Agrimensura e Cartográfica, Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações, Música, Pedagogia, Sistemas de Informação e Teatro.

Os cursos com mais vagas são Ciências Econômicas, com cinquenta e três oportunidades pelo edital de transferência, e Música, pelo processo seletivo para portadores de diploma superior, com 25 vagas.

Para participar do processo seletivo de transferência, não precisa ser aluno da UFU, basta que esteja vinculado a qualquer Instituição de Ensino Superior devidamente cadastrada pelo Ministério da Educação (MEC), não deve estar em vias de formatura e deve possuir saldo de integralização suficiente para cursas outra graduação. E outro detalhe: só é possível concorrer a uma vaga, sendo de curso da mesma área do conhecimento. O mesmo não se aplica ao edital para obtenção de novo título – pelo contrário, é proibido concorrer a um curso que o candidato já possua diploma expedido.

Eis sua oportunidade de novas carreiras, novos caminhos e novas perspectivas para o ano novo. Então leia o edital atentamente, não perca os prazos de pagamento da taxa de inscrição e da prova e estude, principalmente se o curso que você pretende tiver apenas uma vaga, como é o caso de Ciências Biológicas, Teatro e Agronomia.

Por Mateus de Faria


O MEC, juntamente com o INEP, divulgou uma lista das melhores faculdades para fazer o curso de Psicologia no Brasil. Confira as 10 melhores do ranking.

O Ministério da Educação (MEC), através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), veio a público divulgar uma lista das melhores faculdades para fazer o curso de Psicologia no país.

A posição de cada graduação se baseia no Conceito Preliminar de Curso (CPC), um método de avaliação que permite analisar a qualidade da graduação através de oito componentes. O método é organizado em três dimensões.

De acordo com dados divulgados pelo Inep, os melhores cursos do país estão divididos em notas no Conceito Preliminar de Curso, o CPC. As notas variam de 0 a 5 e para ser considerado um dos melhores, o curso deve ter o CPC continuo de 3,945 a 5.

Segundo análise do Ministério da Educação, as faculdades com os melhores cursos de psicologia do país estão entre as 195 melhores Universidades.

Conheça as 10 melhores faculdades para cursar Psicologia no Brasil, em ordem decrescente.

10° posição: Universidade Federal Fluminense (UFF)

A Universidade Federal Fluminense, que surgiu na disputa, aparece com nota 3,70 no Enade. O curso de bacharelado em Psicologia é realizado no campus da instituição, localizado em Niterói, no estado do Rio de Janeiro.

9° posição: Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

A universidade Federal de Pernambuco também segue na lista de melhores cursos de Psicologia do país. Com a nota no Enade de 3,64, a UFPE permanece na disputa. Segundo dados divulgados pelo MEC, a universidade e a única representante do nordeste do país.

8° posição: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

A Universidade Federal de Santa Catarina é a representante do Sul e uma das mais concorridas do Brasil.

7° posição: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

A Universidade Estadual Paulista está na lista, como o sétimo melhor curso de graduação do país. O curso na instituição é oferecido nos campi de Bauru e Assis.

6° posição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

A UFRGS ocupa o 6° colocação na lista de melhores do Brasil. A UFRGS é uma das mais concorridas do Sul, com o melhor curso de Psicologia. A Universidade teve nota 3,91 no Enade.

5° posição: Universidade de Brasília (UNB)

No Centro – Oeste do país, quem se destaca no curso de melhor graduação de Psicologia é a Universidade de Brasília. A Universidade teve nota 3,97 no Enade.

4° posição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)

A PUC-SP apareceu em quarta posição no ranking de melhores do país. A instituição privada é considerada uma das melhores do Sudeste para a formação de Psicólogos. Com o curso disponível no Campus Perdizes, na capital paulista, a universidade ganhou nota 3,51 no Enade.

3° posição: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Em terceira posição da lista de melhores cursos de psicologia do país está a UFMG. Com a popularidade, todos os anos, a UFMG recebe inscrições de todos os lugares do Brasil. Já no Enade, a Universidade Federal de Minas Gerais ficou com 3,86.

2° posição: Universidade de São Paulo (USP)

Em segundo lugar, a Universidade de São Paulo ganha destaque. O curso de Psicologia da USP é um dos mais concorridos no vestibular da Fuvest. Com o destaque entre as universidades, o curso possui uma grande concorrência entre os candidatos.

1° posição: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Em primeiro lugar e líder no Brasil, a Universidade Federal do Rio de Janeiro possui o melhor curso de graduação em Psicologia no país. Segundo critérios do Ministério da Educação, a UFRJ possui uma ótima avaliação em qualidade de ensino, corpo docente e mercado de trabalho.

Curso de Psicologia

A profissão de psicólogo possui uma vasta possibilidade de sucesso na carreira. Após a conclusão de curso, o profissional pode atuar em diversas categorias como: atendimento a pacientes em consultórios, públicos e privados; criação de projetos educacionais; seleção de funcionários e demais atividades que o envolva ao mercado de trabalho.

Por Cassiany de Paula


UFBA está com as inscrições abertas para 100 vagas em seu cursinho pré-vestibular do ano de 2018.

Todo estudante que deseja entrar para um curso universitário sabe o quanto é importante se preparar para a realização do vestibular, pois os processos seletivos para cursos de graduação são geralmente muito concorridos. Estamos em uma época do ano em que a maioria das universidades do país já realizou seus vestibulares referentes ao ano que vem. Mas também é hora para quem deseja fazer o vestibular no ano de planejar seus estudos e assim estar apto para as provas e conquistar a tão sonhada vaga em um curso universitário.

Há muitas formas de se preparar para um vestibular, mas a mais eficaz delas é sem dúvidas a realização de um bom cursinho pré-vestibular.

E falando em vestibular e pré-vestibular, a Universidade Federal da Bahia abriu inscrições para o seu cursinho pré-vestibular, que para o ano de 2018 irá disponibilizar o total de 100 vagas.

Para quem ainda não tem conhecimento sobre o curso pré-vestibular da UFBA, ele é um excelente curso voltado para a preparação de estudantes para o vestibular da própria universidade. Os conteúdos ministrados no curso são de acordo com os conteúdos cobrados no vestibular, o que significa que os alunos possuem maiores chances de conseguirem a vaga no curso de graduação que pretendem realizar.

Mas o melhor do Pré-Vestibular UFBA está no fato dele ser exclusivo para jovens que não possuem condições de arcarem com custos de outros cursinhos, uma vez que estes costumam ter preços bem inacessíveis para a maioria dos estudantes de baixa renda.

Como são muitos os estudantes que querem realizar o curso da UFBA, é necessário que haja um processo de seleção para que 100 estudantes sejam recrutados.

Assim, os interessados devem realizar suas inscrições até o dia 1º do mês de dezembro. As inscrições serão feitas somente por meio do endereço http://prevestnaufba.com.br/index.html, onde o candidato precisa preencher um formulário com todos os seus dados.

A Universidade disponibiliza oferece o cursinho no período da manhã e da noite.

Podem se inscrever jovens que já tenham concluído o ensino médio, ou que estejam cursando o seu último ano na rede pública de ensino. Quem se inscrever deve pagar uma taxa de participação cujo valor é R$10.

A seleção dos alunos que irão participar do cursinho será feita em duas etapas. Sendo que a primeira se dará por meio de avaliação nos formulários de inscrição. Estando tudo de acordo no formulário, os candidatos devem entregar uma documentação comprobatória para assim serem convocados para entrevistas socioeconômicas. Já a segunda etapa consiste na realização de uma prova sobre conhecimentos do ensino médio.

A prova está prevista para acontecer durante os dias 04 e 08 do mês de dezembro na UFBA na PAF VI e também no Instituto de Geociências no dia 09 do mês de dezembro.

O resultado final com a lista dos aprovados está previsto para ser divulgado até a data do dia 12 do mês de janeiro e estará disponível na página do cursinho da UFBA.

Os alunos cujos nomes constarem na lista do resultado final irão iniciar seus estudos preparatórios para o Vestibular e para o Enem no dia 15 do mês de janeiro. As aulas serão ministradas por alunos de cursos de graduação da UFBA.

O cursinho acontecerá de segunda a sexta-feira, sendo o turno da manhã das 7h às 12h40 e a turma da noite das 18h às 21h30. Aos sábados também podem acontecer aulas extras.

Os alunos do cursinho poderão contar ainda com apoio psicológico e orientação vocacional e irão participar de eventos culturais, aulões, monitorias, projetos interdisciplinares, plantões e simulados.

Com certeza o Cursinho Pré-Vestibular/ Enem UFBA 2018 vai contribuir muito para que mais jovens de baixa renda possam ter um futuro melhor.

Por Sirlene Montes


Governo pode proibir a criação de novos cursos de medicina por 5 anos.

O atual presidente da república, Michel Temer, vai embargar a abertura de novos cursos de medicina por um período de 5 anos.

É isso mesmo! Para que essa medida seja adotada basta apenas que o presidente assine um decreto autorizando essa ação proposta pelo Ministério da Educação . Desse modo, o documento já está pronto e aguardando pela sua assinatura.

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, o atual ministro da educação afirmou que o documento já está no interior do gabinete do presidente e, com isso, pode ser assinado a qualquer momento.

Segundo o ministro, a decisão de não criar outros cursos de medicina e assim contribuir para a ruína da educação tem motivos econômicos: isso mesmo! Não há condições financeiras de arcar com despesas para tornar os cursos de medicina como um curso de qualidade. Sendo assim, paralisar o desenvolvimento da Medicina no Brasil é um bem para a população brasileira em geral, pois dessa forma estão salvando inúmeras vidas ao evitar que elas possam ser atendidas por um médico com má formação superior e , assim, morram por pura negligência.

Essa decisão é um tanto contraditória, já que como todos sabem, o Brasil é um dos maiores importadores de profissionais médicos, especialmente de Cuba. Dessa modo, parece que o Brasil carece de mão-de-obra médica, principalmente para prestar serviços em hospitais públicos. Mas ao que parece, nem com esses fatos, que podem ser percebidos por qualquer um o governo, parece se importar tanto com a educação quanto com a saúde pública.

O importante é que a população não se deixe enganar com conversinhas desse tipo, já que todos sabem que no governo brasileiro o que não falta é dinheiro. Dinheiro para ser gasto com Copa do Mundo, Olimpíadas, superfaturamento, propina e tantos os outros tipos de corrupção que nós sabemos que existem com o dinheiro público.

Sendo assim, é a população que sai perdendo, pois se nos dias de hoje já há falta de profissionais atendendo nos hospitais públicos, pode imaginar nos próximos anos? O déficit será ainda maior, pois embora atualmente haja inúmeros médicos formandos-se, é preciso pensar que a população brasileira vai envelhecer e dessa forma, o número de profissionais disponíveis para o número de pacientes vai despencar.

Quanto a preparação nas universidades, isso não é verdadeiramente o problema, uma vez que todos já estão cansados de saber que a grande maioria das universidades federais funcionam de forma precária, isto é, tanto o ensino quanto as instituições são precárias. Mesmo assim, por ano, formam-se inúmeros profissionais de medicina, mas nos próximos anos esse número será constante e não vai suportar a demanda.

Essa medida só serve para comprovar o total descaso de nossos governantes com a educação e a saúde brasileira. Sabe-se que, no Sisu, o curso de Medicina é o mais procurado, ou seja, que carece de maior nota de corte. Sendo assim, com tantos candidatos dispostos a trabalhar e dedicar uma vida à medicina (como já dedicam estudando para a prova do ENEM, que já não é muito fácil), é justo negar a eles a oportunidade de transformar a saúde brasileira para melhor? Pois é isso que já está acontecendo.

E o resultado disso tudo é o agravamento de uma situação que, infelizmente, também já acontece com frequência no Brasil, isto é, inúmeras pessoas que morrem nas filas dos hospitais esperando por atendimento, esperando por consultas com especialistas pois não tem o dinheiro para pagar.

Mas se o governo federal quiser mudar esse cenário, quem sabe não seja necessário, antes, mudar uma série de condutas erradas na política brasileira?

Ana Paula Oliveira Coimbra


Inscrições podem ser feitas até o dia 16 de novembro de 2017.

Quem está de olho nos editais de vestibular, precisa saber que mais uma instituição está com as inscrições abertas. Trata-se da Universidade de Santa Cruz do Sul, a Unisc, que desde a última segunda-feira, dia 2 de outubro, já aceita a participação de candidatos para o Vestibular de Verão na edição de 2018.

E se você ficou interessado e quer saber mais sobre como fazer para participar e não ficar de fora, nós te damos todos os detalhes. Vamos a eles.

Qual o total de cursos e que campi são contemplados?

No total, são 2.865 vagas para os cursos gerais. Sendo assim, a divisão ficou da seguinte forma: 165 oportunidades são para o campi na cidade de Montenegro; 105 para a cidade de Venâncio Aires; 155 para a cidade de Sobradinho; 150 para Capão da Canoa e, por fim, 2.290 para o campi de Santa Cruz do Sul.

Somente para o curso de Medicina as vagas são reduzidas. Sendo assim, há somente 35 oportunidades.

Como faço para me inscrever?

As inscrições podem ser feitas somente pela internet, no site disponibilizado pela organizadora. O endereço eletrônico para isso é o http://vestibular.unisc.br/. É importante salientar que as datas finais para a realização dessas é o dia 16 de novembro.

Quem tiver interesse no curso de Medicina precisa ficar ligado. A inscrição para esse curso possui prazo estendido, podendo ser feito até a data de 3 janeiro de 2018.

Decidido isso, é preciso preencher um formulário e, também, um questionário sociocultural, indicando no máximo três opções de cursos diferentes e a cidade em que irá realizar a prova. Além disso, os candidatos precisarão fornecer no ato da inscrição os dados relacionados ao Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

É preciso pagar uma taxa para se inscrever no Vestibular?

A resposta é sim, há uma taxa simbólica para efetivar a participação no vestibular da Unisc. O valor dessa é de R$ 70.

Todavia, para aqueles que efetuarem a sua inscrição e realizarem o pagamento até a data de 12 de novembro, serão contemplados com um desconto de 50%. É importante ressaltar que esse abatimento não é válido para o curso de Medicina.

Ainda, para quem se inscrever durante o evento Viva Unisc, que ocorre nos campi das cidades de Montenegro, Capão da Canoa e Santa Cruz do Sul, haverá um valor diferenciado para a inscrição. Sendo assim, esses pagarão apenas R$ 25.

Como funcionará o Vestibular da Unisc?

A aplicação das provas gerais já tem data marcada para o dia 25 de novembro. O horário para essas é das 14h30 até às 18h30. Os exames serão constituídos de 45 questões objetivas e sobre conhecimentos gerais. Além disso, ainda haverá a realização de uma redação.

E para os que se inscreverem em Medicina, a seleção acontecerá em dia diferenciado, em 13 de janeiro de 2018. O horário previsto é das 14h30 às 17h30, sendo a seleção somente por meio de uma redação.

Ainda não há um local de prova informado para ambas as provas. De acordo com os organizadores, esse será informado apenas dois dias antes da realização dos exames. Porém, a divulgação dos resultados está prevista para ocorrer no dia 28 de novembro para os demais cursos. Para Medicina a publicação sairá em 18 de janeiro de 2018.

Quem quiser saber mais detalhes sobre o processo do Vestibular da Unisc, pode acessar os editais do certame, disponíveis no portal já divulgado anteriormente.

Uma instituição jovem, a Universidade de Santa Cruz do Sul, aprendeu em pouco tempo a dar passos firmes e na direção da inclusão social, buscando com muita determinação superar os desafios diários em benefício de um coletivo. Sendo assim, utiliza ciência, tecnologia e muita vontade de realizar em tudo que faz.

Kellen Kunz


Fies está com as inscrições abertas para o preenchimento de 75 vagas em cursos de nível superior em universidades privadas.

Para os estudantes que se encontravam na expectativa da abertura de prazo para inscrições no Fies, as notícias que chegam são favoráveis. É que o Ministério da Educação e Cultura já abriu as inscrições do programa para o segundo semestre deste ano de 2017. Os interessados podem se inscrever no Programa de Financiamento Estudantil até a próxima sexta-feira, dia 28 desse mês de julho.

Para fazer a inscrição os estudantes devem acessar o site oficial o programa do governo federal no endereço: http://fiesselecao.mec.gov.br.

De acordo com informações do MEC, em relação às inscrições do segundo semestre do Fundo de Financiamento Estudantil, serão disponibilizadas o equivalente a 75 mil oportunidades em cursos de nível superior em universidades privadas de todo o país.

Os estudantes que se inscreverem no programa podem filtrar as oportunidades por cursos, instituições e cidades, por meio da guia de acesso 'consultar vagas', disponível no endereço eletrônico: http://fiesselecaoaluno.mec.gov.br/consulta/curso.

Como foi anunciado há algum tempo atrás, o programa a partir do ano que vem (2018) terá um novo regulamento, com novas regras. Desse modo, este último semestre ainda considera o regulamento antigo.

Podem se inscrever no programa estudantes que possuem renda familiar per capita bruta que seja superior a três salários mínimos brasileiros. Além do mais, o estudante precisa ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio, a partir do ano de 2010, e que tenham tirado nota de no mínimo 450 pontos na prova e que não tenha zerado a redação.

Uma regra não pode ser desprezada pelos beneficiados é a questão da inadimplência, pois os inadimplentes do programa terão o benefício cancelado. De igual forma, estudantes que já estejam contando com o financiamento para outro curso, também não terão o financiamento concedido.

Nesse sentido, o cronograma para o segundo semestre ficou da seguinte forma:

– As inscrições têm início no dia 25 do mês de julho, esta terça-feira;

– Dia 28 do mês de julho, sexta-feira, as inscrições se encerram;

– Dia 31 do mês de julho o resultado será divulgado.

Dentre as regras que ainda estão valendo estão:

– Renda familiar: de até três salários mínimos per capita;

– Contrato: único;

– Tempo de carência: 18 meses após o fim do curso;

– Limite da mensalidade: até 5 mil reais.

Por Sirlene Montes


Descubra aqui quais profissões e cursos os presidentes do Brasil fizeram.

O chefe da nação não precisa ser formado em curso superior, porém, alguns ex-presidentes já exerceram diversas profissões como: direito, medicina, economia, sociologia e tantas outras.

Muita gente pode imaginar que para exercer a presidência do Brasil seja necessário ser formado em um curso superior, só que não. Na verdade, não há uma carreira específica para o cargo, muitos ex-presidentes que tiveram a nação em suas mãos são graduados por isso fizemos uma lista de 10 ex-chefes da nação e suas faculdades.

1 – Getúlio Dornelles Vargas

Exerceu o mandato de Presidente da República de 1930 a 1945 e novamente foi eleito em 1950 até 1954 (Era Vargas). Formado em Direito pela UFRGS, Getúlio exerceu sua profissão pela primeira vez como Promotor Público no Fórum de Porto Alegre.

2 – Juscelino Kubitschek

Governou a nação nos anos de 1955 a 1960, tornando-se popular por ter transferido a capital do Rio de Janeiro para Brasília. O político formou-se Médico na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em seguida foi para a França onde especializou-se em Urologia. Ele também foi capitão-médico no Hospital Militar.

3 – Jânio Quadros

Foi eleito em 1961, mas seu governo foi curtíssimo, durou somente 7 meses, pois o presidente eleito renunciou sob o pretexto de que algumas força oculta tramava contra ele. Ficou conhecido em sua campanha por usar uma vassoura como símbolo, afirmando que varreria todos os corruptos do Brasil.

Jânio estudou Direito na USP. Além de dar aulas de geografia em colégios de muita tradição na capital paulista, ele também ensinou na Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana da Mackenzie.

4 – João Goulart

Esse político assumiu a presidência do país logo após a renuncia de Jânio. Governou de 1961 a 1964. Foi durante seu governo que o Brasil passou pelo Golpe Militar, resultando em quase 21 anos de Ditadura.

Jango, como era conhecido, estudou Direito na UFRGS tornando-se advogado. Exerceu a profissão por poucos anos e logo partiu para o que lhe interessava, a política.

5 – Tancredo Neves

Tancredo Neves elegeu-se Presidente do Brasil em 1985, mas não chegou a tomar posse, faleceu na véspera da posse. Também formou-se em Direito pela UFMG em 1932 e atuou na profissão por muitos anos.

6 – José Sarney

Vice de Tancredo Neves, assumiu o cargo de presidente da nação logo após sua morte, de 1985 a 1989. A constituição de 1988 foi aprovada dentro do seu governo e trouxe várias conquistas ao país, como o fim da censura e outros.

Sarney formou-se em Direito na UFMA e trabalhou na área como professor, até que optou pela política.

7 – Fernando Collor

Eleito em 1990 através de eleições diretas, só ficou no cargo por 2 anos, em 1992 sofreu o impeachment por corrupção, porém, renunciou e ficou impedido de eleger-se por 8 anos.

Collor formou-se em Ciências Econômicas em 1972 na UFAL e trabalhou na área atuando nas empresas da família.

8 – Itamar Franco

Em seu lugar assumiu Itamar Franco, de 1992 a 1994. Em seu governo efetivou o Plano Real. Itamar Franco formou-se em Engenharia Eletrotécnica em 1965, na UFJF, sendo o único presidente engenheiro do país.

9 – Fernando Henrique Cardoso

Eleito por dois mandatos seguidos de 1995 a 1998 e de 1998 a 2001. Em seu governo fez várias privatizações e implantou a política neoliberal.

FHC é formado em Sociologia pela USP e tornando-se doutor em Ciências Sociais em 1961.

10 – Dilma Rousseff

A primeira mulher eleita Presidente do Brasil, Dilma Rousseff governou de 2010 a 2014 e no segundo mandato, de 2015 até 2016, quando sofreu impeachment. No governo Lula foi sua Ministra.

Dilma iniciou seu curso de Economia em 1967, na UFMG, mas parou por causa da Ditadura Militar, quando foi expulsa do país. Na volta passou na UFRGS novamente em economia, em seguida fez mestrado e doutorado na Unicamp.

Por Ruth Galvão


Saiba aqui as principais verdades e metiras sobre o curso de Pedagogia.

Se você deseja fazer um curso de Pedagogia, mas ainda está com algumas dúvidas, continue lendo este artigo e saiba um pouco mais sobre a graduação em Pedagogia, que a cada tem aumentado consideravelmente à procura em universidades de todo o país.

Para que serve a graduação em Pedagogia?

Essa graduação veio para substituir os antigos magistério e normal superior, que eram para tornar o aluno apto para atuar como professor na educação infantil e nos primeiros anos do ensino fundamental. Contudo, enquanto os outros cursos paravam por aí, o de Pedagogia permite a atuação profissional em outros departamentos, como na Educação À Distância, como tutor, na Educação de Jovens e Adultos, além de na pesquisa e desenvolvimento de matérias didáticos voltados para a educação.

Além disso, o profissional formado em Pedagogia também pode assumir cargos de gestão como o de diretor, orientador educacional e coordenador de escolas.

O que é preciso para se graduar em Pedagogia. É preciso gostar de crianças?

Não necessariamente, pois um complementa o outro. Mas o princípio real da pedagogia é entender o universo infantil, descobrindo formas de tornar o ensino e a aprendizagem um processo dinâmico e eficiente na vida da criança, compreendendo e respeitando as fases de desenvolvimento humano. Para o profissional que atua na sala de aula é importante sim que ele tenha habilidades que agradem os seus alunos, pois isso faz com que as aulas sejam mais produtivas.

Há muitas vagas para o profissional de pedagogia?

Sim. Considerando o número de instituições de ensino no país, sejam elas da rede pública ou privada, existem muitas oportunidades principalmente para o cargo de professor.

E o salário de um Pedagogo é bom?

Isso vai depender do cargo que ele ocupe. Como é sempre falado, o professor tem um salário muito menor que seu verdadeiro valor. Infelizmente essa profissão é culturalmente desvalorizada no país.

Compensa ser um Pedagogo?

Sim. Se você se interessa pelo desenvolvimento infantil e tudo o que ele envolve e gostaria de se ingressar nessa área, com certeza é uma boa opção. No Brasil, seus governantes e a sociedade como um todo ainda não conseguem dar ao Pedagogo o valor que se deve, porém, o seu trabalho é extremamente importante não só para o ambiente escolar, mas para toda a sociedade.

Sirlene Montes


Confira aqui a lista com os cursos de medicia mais baratos do Brasil.

O curso faz parte do sonho de muitas pessoas. No entanto, são poucas as faculdades que oferecem a graduação com um preço mais acessível.

Cursar Medicina faz parte do sonho de muitos estudantes brasileiros. No entanto, poucos são os que realmente conseguem entrar na Universidade e bancar o curso. Isso porque a graduação é muito cara.

A média de investimento mensal na maioria das faculdades é de R$ 4.700. Isso se deve ao custo que as Universidades têm para manter o curso funcionando, como investimento em laboratórios, professores e materiais para estudos. Entretanto, há faculdades no Brasil com valores mais em conta, e é isso que vamos mostrar a seguir.

A Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, localizada em Salvador (Bahia), é uma das mais baratas. O investimento mensal é de R$ 3.300. Já na faixa dos R$ 4 mil está a Faculdade de Medicina do ABC Paulista, de Santo André. Em seguida vem a Faculdade Presidente Antônio Carlos, de Porto Nacional (Tocantins), com valor de R$ 5 mil. Acima desta mensalidade está o Centro Universitário de João Pessoa, em João Pessoa, na Paraíba, com mensalidade de R$ 5.700.

Além das faculdades com valores mais acessíveis, os estudantes de baixa renda contam com programas do Governo Federal que ajudam a conquistar o sonho de ser médico. Tratam-se de programas como FIES e ProUni.

O Financiamento Estudantil (FIES) é um financiamento que o aluno tem direito a uma quantia por mês para pagar a faculdade. A vantagem é que o investimento passa a ser cobrado ao estudante após um ano e meio que ele tiver concluído a graduação. A outra vantagem é que o FIES possui juros muito baixos, o que dá para o estudante se programar para começar a quitar sua dívida.

Além do Financiamento Estudantil, há o Programa Universidade para Todos (ProUni). Ele é a oportunidade de quem tem poucas condições financeiras para ingressar nas faculdades particulares. O programa oferece bolsas integrais (100%) para candidatos com renda familiar bruta de até um salário mínimo por pessoa e parciais, com 50% de desconto, para quem tem renda bruta mensal de até três salários mínimos.

Para quem pensa em entrar na faculdade de medicina com esses dois programas, é preciso estar atento, pois os processos seletivos para os dois programas acontecem geralmente em janeiro e agora no meio do ano, em junho.

Por Serrana Filetti


Objetivo é realizar mudanças e buscar uma melhora na qualidade dos cursos.

Como resultado de baixas colocações no Conceito Preliminar de Curso, o chamado CPC, pelo menos 917 cursos deverão sofrer medidas cautelares por parte do Ministério da Educação. Tais medidas têm como principal objetivo uma melhor qualidade de ensino e evolução dos cursos com desempenho ruim no CPC. O CPC é uma avaliação realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira e visa analisar a qualidade de ensino de cursos de ensino superior.

Vários parâmetros são levados em consideração neste tipo de avaliação, dentre as quais: formação dos professores, desempenho dos estudantes e estrutura do curso em questão. O principal objetivo desta última edição do CPC foi detectar problemas relacionados a cursos das áreas de Ciências Sociais e Humanas, além de Cursos Tecnológicos, nas áreas de Negócios, Apoio Escolar, Lazer e Produção Cultural.

Os conceitos 1 e 2, em relação a uma escala que vai até 5 (a maior nota), são considerados insatisfatórios pelo CPC. Com isso, todo e qualquer curso de instituições de ensino superior que tenham registrado conceitos baixos serão punidos gravemente. A punição varia desde a suspensão de provas de seleção até mesmo o encerramento do curso em questão.

Os cursos com índices ruins nas avaliações anteriores e que continuaram com conceitos insatisfatórios no último CPC serão divulgados através de uma lista elaborada pelo MEC. Tal lista deve ser divulgada dentro de um mês.

Um detalhe importante é que as penalidades também passarão a ser aplicadas nas instituições que não conseguiram êxito quanto à avaliação no Índice Geral de Curso, o IGC. Esta avaliação é realizada pelo Inep e tem como principal objetivo fazer uma análise da formação na graduação bem como na pós-graduação.

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 08 de março, no mínimo 312 instituições acabaram com conceitos 1 e 2, desempenhos insatisfatórios, e devem ser punidas.

Além disso, segunda destaca Paulo Barone, Secretário de Educação Superior do MEC, após a divulgação dos resultados é aberto um processo administrativo. Com isso, tanto a instituição como os responsáveis do curso em questão podem apresentar suas respectivas defesas.

Tanto o MEC quanto o Inep já destacaram que os Indicadores de Qualidade de Educação Superior irão passar por mudanças em relação a sua metodologia até o ano de 2018.

Por Bruno Henrique


Colégio e Curso SEI oferta bolsas de estudos de até 100% para interessados no curso pré-vestibular da instituição.

O Colégio e Curso SEI está oferecendo bolsas de até 100% para interessados no curso pré-vestibular. Trata-se de uma oportunidade muito interessante para aqueles que pretendem ingressar em uma instituição de ensino superior de ponta e que não possuem condições financeiras para arcas com custos deste tipo. Vale destacar que esta é uma iniciativa do Sistema de Ensino SEI, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro. Confira mais detalhes na continuação desta matéria.

É importante destacar que além de curso pré-vestibular visando o ingresso de alunos nas melhores universidades do Rio de Janeiro, o Colégio e Curso SEI também possui opções focadas em escolas militares do ensino superior. Com isso, o aluno também pode se preparar para provas do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), Instituto Militar de Engenharia (IME) além da AFA, EFOMM, Escola Naval e EsPCEx.

O mais interessante é a facilidade para concorrer a uma bolsa 100% no Colégio e Curso SEI. O primeiro passo é preencher um formulário de inscrição que é disponibilizado através da internet por meio do site oficial (http://sistemasei.com.br/concurso-de-bolsas/inscricao). Basta que o interessado preencher esse formulário com suas informações pessoais, a turma de interesse, dentre outros detalhes. Após isso, o mesmo deve comparecer ao chamado Bolsão na data marcada através do formulário já citado.

No dia marcado para a visita, o aluno também poderá conhecer as instalações do Sistema SEI de ensino, terá contato direito com professores e coordenados de forma que o mesmo poderá tirar qualquer dúvida. Dessa forma, o futuro aluno do Sistema SEI poderá saber como funciona a estrutura do curso pré-vestibular de seu interesse, seja com foco em unidades ou escolas militares.

O Colégio e Curso SEI conta com nada menos que duas unidades na cidade do Rio de Janeiro. Uma delas está localizada no Bairro da Tijuca no seguinte endereço: Rua Santa Sofia n° 98 – Tijuca, Rio de Janeiro – RJ. É possível entrar em contato com esta unidade através dos seguintes números: 3449-8734 ou 3547-8001. Já a unidade Maracanã fica no seguinte endereço: Rua Senador Furtado n° 71 – Maracanã, Rio de Janeiro – RJ. O atendimento através de telefone desta unidade pode ser feito através dos seguintes números: 2137-1018 e 3031-1900.

Para mais detalhes sobre o Bolsão do Colégio e Curso SEI 2017 basta acessar o portal da instituição sistemasei.com.br.

Por Bruno Henrique


Instituição oferece 82 vagas que irão ter aulas em Rio Banco (AC).

Para aqueles alunos que moram no Acre, que não conseguiram uma boa nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016 e desejam fazer um curso superior em universidade pública, temos uma ótima notícia. A Universidade Federal do Acre (UFAC) está com inscrições abertas para o preenchimento de 82 vagas para um curso preparatório totalmente gratuito ministrado pela instituição visando a temida prova do Enem desse ano.

As inscrições para o curso, o MedAprova, se encerram no dia 15 de março e a seleção acontecerá no dia 18 do mesmo mês. Lembrando que as inscrições são gratuitas e podem se inscrever todos os estudantes do terceiro ano do ensino médio da rede pública.

A formação é de uma única turma e o aluno selecionado não terá nenhuma despesa com o curso, pois a iniciativa é de professores voluntários e alunos do curso de medicina em conjunto com a Pró Reitoria de Extensão e Cultura (Proex).

Os inscritos receberão um comprovante de inscrição via e-mail, que deverá ser apresentado no dia da seleção que acontece das 14 até às 18 horas e os locais das provas serão informados no dia 15 de março. As provas terão 60 questões de múltipla escolha de matemática, física, química, biologia, história, geografia, sociologia, filosofia, português e uma questão aberta.

Os estudantes que tiverem as melhores notas serão convocados para a matrícula e o resultado da seleção será no dia 19, além da matrícula que deverá ser feita no dia posterior. As aulas começam, impreterivelmente, no dia 20 de março e serão ministradas de segunda a sexta das 19:00 até às 21:30 horas e aos sábados das 9:00 até às 11:00 horas, no auditório central de convenções da UFAC. O endereço da faculdade é BR 364, Km 4, Distrito Industrial, Rio Branco, Acre. Todos os alunos terão acesso à aulas expositivas de todas as disciplinas, além de aulas de reforço.

Mais informações sobre o curso poderão ser vistas no site http://medaprova2016.wixsite.com/medaprova. Não deixe essa oportunidade passar em branco e faça já a sua inscrição. Boa sorte na seleção e ótimo curso.

Rodrigo Souza de Jesus


Conheça aqui um pouco mais sobre o Guia do Estudante e todos os serviços que o site oferece.

O Guia do Estudante, da Editora Abril, desenvolve conteúdos específicos sobre carreira, profissões e vestibulares. Também é responsável por divulgar notícias diárias sobre esses temas. Com mais de 3 milhões de seguidores no Facebook, é considerado um dos principais veículos do país no segmento. Confira neste artigo suas principais características e vantagens!

Profissões

Uma das principais funcionalidades do Guia do Estudante é a seção “profissões”. Nela é possível encontrar informações completas sobre todas as áreas do conhecimento. Nesse sentido, dúvidas sobre mercado de trabalho e setores de atuação podem ser facilmente sanadas. Além disso, o site classifica e sugere as melhores instituições de Ensino Superior em cada segmento. Também apresenta a estrutura resumida de cursos na modalidade.

Orientação Profissional

Na parte de “orientação profissional”, o objetivo é o de ajudar leitores a encontrarem uma graduação adequada para cada perfil por meio de conteúdos diversos. Nesse caso, existe ainda a possibilidade de enviar perguntas que serão, futuramente, respondidas por consultores. Por outro lado, o site também lista centros físicos de orientação profissional em todos os estados brasileiros.

Estudos para Vestibular e Enem

Na seção de “estudos”, podem ser encontradas dicas de como se preparar para os principais vestibulares brasileiros. Assim, são abordadas questões específicas que, geralmente, caem nesses processos. Já no menu “Enem”, os leitores têm acesso a notícias e resultados do exame. O site também oferece um curso online voltado para esse objetivo, por R$ 9,90 ao mês.

Bolsas de Estudos

Quem tem interesse em fazer graduação em universidades privadas pode visualizar na guia “bolsas de estudos” uma seleção de instituições que oferecem descontos de até 75%. Para isso, basta informar qual o tipo de curso deseja fazer (graduação ou pós-graduação), área, nome da faculdade de interesse, modalidade (a distância ou presencial) e valor máximo que pode pagar por mês.

Dessa forma, o Guia do Estudante é uma ótima ferramenta para quem deseja ter orientação sobre esses temas. Além de estar no meio digital, é encontrado em formato de revistas físicas, que são divididas entre as linhas de paradidáticos (conteúdos de disciplinas do Ensino Médio) e serviços (informações e guias sobre vestibulares). Elas podem ser adquiridas em bancas de jornal e livrarias.

Você usa o Guia do Estudante? Indica outra funcionalidade do site?

Camilla Silva


Saiba aqui como ingressar nos cursos de graduação ofertados pela USP neste anos de 2017.

Nascida a partir da fusão de Escolas Superiores e Faculdades dos mais variados segmentos com a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), a criação da USP contou com nomes de destaque para o fortalecimento da Instituição e sua solidificação, como o político Armando de Salles Oliveira e o jornalista Júlio Mesquita Filho.

A USP, Universidade de São Paulo, se configura hoje como uma das Instituições de maior renome e respeito do Brasil e também de maior importância do país. Posicionada como a 251ª colocada entre as melhores universidades do mundo, segundo o Ranking Mundial de Universidades da Times Higher Education em 2016, a USP continua a ocupar o legado de melhor universidade da América Latina.

Na década de 70 e meados da década de 80, durante a Ditadura Militar, serviu como palco para intensos debates para personalidades políticas de esquerda questionarem uma reforma dos moldes políticos do país, levando, portanto, a professores e alunos essenciais a serem cassados e obrigados a saírem do país. Isso causou um movimento chamado de “esvaziamento intelectual”, pela perda de indivíduos primordiais para a formação de opiniões e também para a programação de suas aulas.

A forma de ingresso na Universidade de São Paulo ocorre através de concurso público realizado pela Fuvest, em regime de vestibular, e através do SISU, pela utilização das notas do ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio.

Dos cursos mais concorridos que se mantiveram exclusivamente aderentes a Fuvest, os mais concorridos são: Medicina, Cursos de Audiovisual e Engenharias. Sobre os que aderiram ao regime SISU, são mais concorridos os de Direito e Relações Internacionais.

Estima-se que a nota de corte para o ingresso na USP pode variar entre 450 e 700 pontos, dependendo da escolha do curso e número de inscritos.

A USP possui também campus espalhados em várias regiões, sendo essas o de São Paulo, São Carlos, Ribeirão Preto, Piracicaba, Bauru, Pirassununga, Lorena, Santos e São Sebastião, divindo-se, então, a partir de polos de graduação e variação de cursos.

É possível encontrar outros cursos como: Ciências dos Alimentos, Educação Física, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Gerontologia, Astronomia, Ciência da Computação e Informática, Ciências da Natureza, Ciências da Informação e da Documentação, Ciências Sociais, Design, Economia, Editoração, Filosofia, Geografia, entre outros.

Para mais informações sobre a Universidade e mais cursos contemplados, visite o site oficial da USP clicando no nome da instituição em azul.

Yamí de Araújo Couto


Confira aqui os cursos de graduação ofertados pela Universidade Federal do Rio de Janeiro neste ano de 2017.

A UFRJ é considerada por muitos a melhor universidade do Brasil e do Estado do Rio de Janeiro. Esta universidade é sinônimo de qualidade no ensino, pesquisa, professores extremamente capacitados e tradição. Criada em 1920, a universidade, que já passou por diversas fases, caminha para seu aniversário de 100 anos. Este ano, a UFRJ abre vagas para diversos cursos.

Como nos demais anos, a UFRJ continua a oferecer uma vasta gama de cursos, nas mais variadas áreas. A lista completa e atualizada com os cursos de 2017 pode ser encontrada nesse link: https://www.siga.ufrj.br.

Desde 2011, o acesso aos cursos de graduação da UFRJ, assim como muitas outras universidades públicas, se dá exclusivamente pela nota obtida no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e pelo SisU (Sistema de Seleção Unificado). Há também o THE (Teste de Habilidades Específicas), necessário para alguns cursos. Para se informar sobre os cursos que necessitam da prova de THE e as respectivas datas dos testes, é possível acessar o link: http://acessograduacao.ufrj.br.

A UFRJ tem 5 diferentes Campus, nos quais estão distribuídos os cursos de graduação: o Campus Cidade Universitária, que fica no bairro Ilha do Fundão na Ilha do Governador, o Campus Praia Vermelha, que fica no bairro de Botafogo, o Campus Xerém, situado no município de Duque de Caxias, o Campus Macaé e o Campus IFCS/FDN (Instituto de Filosofia e Ciências Sociais), que fica no Centro do Rio de Janeiro. Clicando em cada um desses Campus é possível ter acesso ao seu endereço com mais detalhes. Pelo site do ADM (Centro Acadêmico de Administração) também dá para ter acesso aos cursos de cada campus: http://cadmufrj.blogspot.com.br/.

A UFRJ segue sendo uma universidade de renome, que forma todos os anos milhares de profissionais no ensino superior.

Para mais informações sobre a universidade e o acesso aos cursos de graduação, é possível entrar em contato pelo email acessograduacao@ufrj.br ou pelo telefone +55 (21) 3938-9430. Quem preferir pode ainda ir até o local, que funciona de segunda a sexta-feira e cujo endereço é Av. Athos da Silveira Ramos, 274 – Prédio do Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza (CCMN) – Bloco D – Cidade Universitária – Rio de Janeiro – RJ – CEP.: 21.941-916.

Por Carolina Costa


Confira aqui a lista completa de graduações ofertadas pela Universidade Federal do Paraná neste ano de 2017.

A Universidade Federal do Paraná possui uma longa tradição no setor educacional do Brasil. É a mais antiga universidade em atividade no país. Desde o ano de 1912 a UFPR já figurava como referência na educação de nível superior tanto para o estado do Paraná quanto para o Brasil.

A instituição se tornou o maior símbolo da intelectualidade do Paraná e vem demonstrando sua excelência e importância por meio de seus diversos cursos de graduação, doutorado, mestrado e especialização.

A UFPR é guiada por princípios de indissociabilidade entre o Ensino, as Pesquisas e a Extensão.

A instituição destaca que sua função social é fundamentada nestes três aspectos.

A UFPR, além dos campi localizados em Curitiba, também se encontra presente em regiões do interior e litoral do estado, participando de forma ativa do desenvolvimento sócio econômico da sociedade onde está inserida.

Abaixo você confere os cursos de graduação oferecidos pela UFPR para Curitiba e seus respectivos telefones para contato.

  • Administração: Telefone (41) 3360-4366
  • Agronomia: Telefone (41) 3350-5612
  • Artes Visuais: Telefone (41) 3307-7302 / 3307-7305
  • Arquitetura e Urbanismo: Telefone (41) 3361-3085
  • Biomedicina: Telefone (41) 3361-1744
  • Ciências Biológicas: Telefone (41) 3361-1795
  • Ciências Contábeis: Telefone (41) 3360-4363
  • Ciência da Computação: Telefone (41) 3361-3031 / 3293
  • Ciências Econômicas: Telefone (41) 3360-4356
  • Ciências Sociais: Telefone (41) 3360-5085
  • Comunicação Social: Telefone (41) 3313-2005
  • Design: Telefone (41) 3360-5360
  • Direito: Telefone (41) 3310-2750
  • Educação Física: Telefone (41) 3360-4332
  • Enfermagem: Telefone (41) 3360-7282
  • Engenharia Ambiental: Telefone (41) 3361-3012
  • Engenharia Bioprocessos e Biotecnologia: Telefone (41) 3361-3055
  • Engenharia Cartográfica: Telefone (41) 3361-3038
  • Engenharia Civil: Telefone (41) 3361-3044
  • Engenharia de Produção: Telefone (41) 3361-3035
  • Engenharia Elétrica: Telefone (41) 3361-3229
  • Engenharia Florestal: Telefone (41) 3360-4206
  • Engenharia Industrial Madeireira: Telefone (41) 3360-4306
  • Engenharia Mecânica: Telefone (41) 3361-3131
  • Engenharia Química: Telefone (41) 3361-3057
  • Estatística: Telefone (41) 3361-3025
  • Expressão Gráfica (bacharelado): Telefone (41) 3361-3039
  • Farmácia: Telefone (41) 3360-4099
  • Filosofia: Telefone (41) 3360-5266
  • Física: Telefone (41) 3361-3094
  • Fisioterapia: Telefone (041) 3361-1699
  • Geografia: Telefone (41) 3361-3171
  • Geologia: Telefones (41) 3361-3386 / (41) 3361-3366
  • Gestão da Informação: Telefone (41) 3360-4389
  • História: Telefone (41) 3360-5135
  • Informática Biomédica: Telefone (41) 3361-3572
  • Letras: Telefone (41) 3360-5096
  • Letras Libras: Email letraslibras@ufpr.br
  • Matemática: Telefone (41) 3361-3483
  • Matemática Industrial: Telefone (41) 3361 3041
  • Medicina: Telefone (41) 3360-7239
  • Medicina Veterinária: Telefone (41) 3350-5623
  • Música: Telefone (41) 3307-7301 / 3307-7307
  • Nutrição: Telefone (41) 3360-4056
  • Odontologia: Telefone (41) 3360-4053
  • Pedagogia: Telefone (41) 3360-5206
  • Psicologia: Telefone (41) 3310-2624
  • Química: Telefone (41) 3361-3185
  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas: Telefone (41) 3361-4918
  • Tecnologia em Produção Cênica: Telefone (41) 3361-4900
  • Tecnologia em Comunicação Institucional: Telefone (41) 3361-4900
  • Tecnologia em Gestão da Qualidade: Telefone (41) 3361-4900
  • Tecnologia em Gestão Pública: Telefone (41) 3361-4918
  • Tecnologia em Luteria: Telefone (41) 3361-4918
  • Tecnologia em Secretariado Executivo: Telefone (41) 3361-4900
  • Tecnologia em Negócios Imobiliários: Telefone (41) 3361-4900
  • Terapia Ocupacional: Telefone (41) 3361-3746 / 3747
  • Turismo: Telefone (41) 3360-5109
  • Zootecnia: Telefone (41) 3350-5769

Ingresso nos Cursos

Os candidatos interessados em ingressar em algum desses cursos devem acessar o site www.ufpr.br/portalufpr/curitiba e depois entrar na página correspondente ao curso de interesse. No sítio a todos os detalhes sobre as datas dos processos de seleção e dos requisitos necessário para o ingresso nos mesmos.

A Universidade Federal do Paraná se encontra situada na Rua XV de Novembro. 1299. Centro. Curitiba.

Contato (41) 3360-5000

Por Denisson Soares


Cursos com vagas abertas são Pedagogia, Ciências Naturais, Administração Pública e Matemática.

Atualmente, no País, diversas instituições de educação são credenciadas e oferecem cursos na modalidade EAD – Educação a Distância. Acredita-se mais de 230 instituições de ensino, que estavam credenciadas pelo MEC, no período de 2000 a 2013, já chegou a atender mais de 2 milhões de alunos no Brasil. A UFMT foi pioneira em EAD, pois já oferecia o curso de Pedagogia, desde 1994, por meio do NEAD – Instituto de Educação.

A UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso, divulgou na terça-feira, dia 27 de dezembro de 2016, a abertura de editais para cursos de graduação a distância. São mais de 1,1 mil vagas em bacharelado ou licenciatura em Pedagogia, Ciências Naturais, Administração Pública e Matemática. Os editais, que foram publicados pelo Diário Oficial da União, podem ser acessados pelo site: www.ufmt.br/concursos.

Veja abaixo em quais polos os cursos estão distribuídos, bem como a quantidade de vagas disponíveis:

– Bacharelado em Administração Pública (250 vagas) – pólos de Lucas do Rio Verde, Água Boa, Cuiabá e Primavera do Leste.

– Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática (350 vagas) – pólos de Aripuanã, Diamantino, Cananana, Guarantã do Norte, Colíder, Cuiabá e Ribeirão Cascalheira.

– Licenciatura em Matemática (300 vagas) – pólos de Aripuanã, Alto Araguaia, Diamantino, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde e Ribeirão Cascalheira.

– Licenciatura em Pedagogia (240 vagas) – pólos de Cananana, Água Boa, Juara e Primavera do Leste.

O período para realização das inscrições, que podem ser realizadas via Internet, é de 6 a 16 de fevereiro de 2017, com a cobrança de R$ 90 de taxa.

As inscrições aceitas serão divulgadas apenas a partir do dia 22 de fevereiro. Já os locais em que os candidatos realizarão as provas só serão informados a partir de 8 de março de 2017. As provas de redação e de caráter objetivo serão realizadas no dia 12 de março. Os candidatos somente terão acesso ao resultado final no dia 13 de abril, para então no período de 20 a 22 de abril de 2017, realizarem a matrícula.

Nos dias de hoje, a UFMT oferece no Ensino à Distância cursos de aperfeiçoamento, extensão, de graduação, de pós-graduação Latu Sensu, atendendo a mais de 5 mil estudantes em 31 polos de apoio a Educação.

Dúvidas ou mais informações podem ser obtidas através dos telefones: (65) 3313-7281 ou 3313-7282 ou pelo site: www.ufmt.br.

Por Kika Akita


Estão sendo ofertadas 160 novas oportunidades em Sorocaba (SP) para os cursos de Bacharelado e Licenciatura em Educação Física.

O vestibular do ano de 2017 da Fefiso, a Faculdade de Educação Física da Associação Cristã de Moços de Sorocaba, irá acontecer no domingo, dia 8 de janeiro de 2017, às 9h. Ao todo, estão sendo ofertadas 160 novas oportunidades, as quais estão distribuídas entre os períodos noturno e diurno, para os cursos de Bacharelado e Licenciatura em Educação Física, tendo seus próprios Projetos Pedagógicos.

A Fefiso foi fundada em 14 de janeiro de 1974, e conta com uma infraestrutura completa, tendo 62% de seus docentes forma por doutores e mestres. Ao decorrer de sua existência, já foram mais de cinco mil profissionais formados, onde, atualmente, 85% já atuam na área da Educação Física e 34% contam com algum tipo de bolsa.

Na Fefiso o aluno possui participação ativa no meio acadêmico:

O aluno que estudar na faculdade de Educação Física de Sorocaba, tem participação ativa nas rotinas acadêmicas. Os estudantes têm um programa favorito que é o de intercâmbio, o qual permite que os alunos interajam com os movimentos que formam jovens líderes da América do Norte e América Latina, pela visão prática de intervir nos programas ofertados por tais localidades, além também de ajudar na capacitação profissional dos alunos, que serão futuros bacharéis e licenciados.

Ao de correr dos quatro anos de participação deste intercâmbio, diversos jovens alunos estudaram em países como México, Canadá, Colômbia, Argentina, Uruguai e Peru. Uma das questões bem atrativas também é o fato do estudante continuar a participar das aulas lecionadas em seu país de destino, tendo a permissão de assim que desejar, retomar tais conteúdos de forma rápida ao voltar para o Brasil e, sendo assim, não atrasar o período previsto para concluir o seu curso de graduação.

Além disso, outros pontos diferenciais são os grupos de estudos, os quais são focados em Biomecânica, Pedagogia da Educação Física, Metabolismo do exercício e Fisiologia, além de um projeto que permite uma participação (docente/ mantenedor/discente/comunidade externa e interna) integrada na revisão, realização, criação, sugestão e participação no cotidiano da instituição de ensino superior.

Por Filipe Silva


Conheça aqui mais sobre o Mediotec – Programa de Ensino Técnico para Estudantes do Ensino Médio.

Nesta terça-feira (20), Mendonça Filho, Ministro da Educação do Brasil, anunciou a criação de dois novos programas direcionados para o ensino médio oferecido pela rede pública. O primeiro é o Mediotec e o segundo o Programa de Fomento à Escola em Tempo Integral. De acordo com as informações divulgadas sobre esses programas, eles devem receber juntos uma cifra de R$ 850 milhões vindos de fundos do Estado. O lançamento dos programas ocorreu em uma cerimônia que aconteceu no Palácio do Planalto. O evento teve ainda a participação do presidente Michel Temer e do governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB).

O Mediotec irá disponibilizar cursos de nível técnico e profissionalizantes para os jovens alunos de ensino médio. A previsão é de que seja possível disponibilizar 82 mil vagas já para os primeiros meses de 2017.

Segundo as informações divulgadas até o momento, o governo deverá fazer um repasse na faixa de R$700 milhões prevista para o início de 2017. De acordo com Mendonça Filho, esses recursos já estão sendo trabalhados pelo MEC.

A ideia principal envolvida no Mediatec é que também e ainda no decorrer da realização do curso técnico os alunos possam fazer estágios em empresas previamente mapeadas.

No caso do programa de escola integral, o que está envolvido é a intenção de que sejam oferecidas 520 mil matrículas. Essas vagas serão disponibilizadas por meio de editais. A previsão é de que o primeiro edital já ofereça 263 mil vagas enquanto que o segundo conte com 257 mil.

Por sua vez, e ainda sobre este ponto, o MEC tem a intenção de efetuar um repasse no total de R$ 1,5 bilhões para este programa. O objetivo é que sejam criadas 500 mil novas oportunidades de tempo integral que deverão ser implementadas pelos estados no decorrer dos próximos anos.

É interessante observar que os governos estaduais precisam aderir ao programa. Entretanto, não é descartado em nenhum caso o foco do programa que, aqui, é concentrado em escolas e regiões que apontem índices muito baixos de desenvolvimento sociodemográfico bem como uma maior vulnerabilidade social.

Mendonça Filho também diz que medidas voltadas para a melhoria do ensino infantil e do fundamental estão sendo previstas para 2017. Neste caso, as prefeituras também seriam solicitadas a participar.

Por Denisson Soares


Saiba aqui mais informações sobre as Bolsas de Estudo 2017 no Curso Positivo.

Já pensou em ganhar uma bolsa de estudo para o Curso Positivo? A Instituição está oferecendo bolsas de 10% a 100% para o próximo ano. As inscrições ficam abertas somente até o dia 02 de dezembro e podem ser feitas na sede do Batel, do Centro ou pelo próprio site, que pode ser acessado por meio do endereço: http://www.cursopositivo.com.br/.

Os interessados serão avaliados por meio de provas, que estão previstas para serem aplicadas no dia 05 de dezembro, às 08h. Os descontos referentes às bolsas serão segundo o desempenho dos candidatos. Além disso, o teste de conhecimento será no Curso Positivo da sede do Centro, que está situado na Av. Vicente Machado, 317, Centro. As dúvidas podem ser esclarecidas por meio do telefone ( 41) 3232 4011.

Atualmente, a Instituição é referência em pré-vestibular do estado do Paraná devido aos bons resultados conquistados nas principais universidades. Fundado em 1972, o Curso Positivo conta com duas unidades bem situadas em Curitiba e uma equipe de professores renomados e experientes. As aulas são focadas em resultado, ou seja, na aprovação do aluno na Universidade. Além disso, dispões de um material didático diferenciado no mercado, além de um sistema inovador de ensino na sala de aula.

Como se preparar para a prova?

O estudante deve fazer um planejamento de ensino. Como o teste de conhecimento está previsto para o início de dezembro, ele deve focar e intensificar os estudos por meio de uma ampla revisão dos conteúdos.

Para fixar os tópicos principais, o interessado pode estudar por meio de fichas resumos, por exemplo. Assim, ele pode carregar o material para qualquer lugar e estudar nas horas vagas do dia. Por exemplo, no ônibus, fila de atendimento, entre outros. Este é um dos melhores métodos de estudo para manter o conteúdo na memória.

No dia da prova da bolsa é fundamental manter a calma, a tranquilidade e a concentração, a fim de evitar ansiedade e nervosismo. Lembre-se de que você fez a sua parte, então dê o seu melhor neste momento. Leia as perguntas com muita atenção e não se esqueça de levar alimentos leves e saudáveis.

Boa sorte e muito sucesso no seu caminho!

Por Babi


10 cursos de ensino superior brasileiros estão entre os 50 melhores cursos superiores do mundo.

Fazer uma faculdade de qualidade é o objetivo de muitos brasileiros. No Brasil há diversas faculdades, públicas e privadas, que oferecem uma grande gama de cursos, o que traz dúvidas para muitas pessoas na hora de decidir qual irão cursar.

Um estudo feito por uma empresa britânica chamada Quacquarelli Symonds, indicou que dez cursos de ensino superior brasileiros estão entre os melhores cursos superiores do mundo.

Os critérios de avaliação contaram com a análise de 28,5 milhões de trabalhos científicos, mais a consulta de 76.798 acadêmicos e 44.426 empregadores.

Dessa forma, foi possível a elaboração de uma lista em que constam os 50 melhores cursos superiores do mundo e dez deles são brasileiros.

As faculdades brasileiras que aparecem nessa lista são a USP, a UNICAMP e a UNESP, com cursos nas áreas de humanas, exatas da saúde. Seis cursos da USP aparecem na lista, sendo eles: Odontologia (no 9º lugar), Agronomia (no 26º lugar), Antropologia (no 34º lugar), Engenharia de Minas (no 36º lugar), Arquitetura (no 37º lugar) e Veterinária (no 38º lugar).

Os cursos da UNESP que constam na lista são: Odontologia (no 20º lugar) e Veterinária (no 46º lugar). A UNICAMP representou o país com o curso de Agronomia (no 31º lugar).

Em 2016, além desses cursos superiores brasileiros que estão entre os 50 melhores do mundo, 20 universidades do Brasil também constam no estudo, com 196 cursos citados entre os 200 melhores de suas respectivas áreas.

Com toda essa representação, o Brasil é o país com universidades mais citadas em toda a América Latina, sendo o Chile o segundo lugar.

Se você pretende prestar o vestibular e tem dúvidas sobre qual curso escolher, pode conferir os melhores cursos superiores do mundo presentes no Brasil, dessa forma decidindo de gostaria de cursar algum deles.

Não se esqueça de observar a grade curricular e qual as opções disponíveis no mercado de trabalho para o curso escolhido, sendo que também é possível seguir carreira acadêmica.

Além disso, as universidades públicas oferecem diversos auxílios para que estudantes que vieram de longe consigam se manter no curso, evitando desistências por problemas relacionados com renda e/ou moradia.

Por Isabela Palazzo


Inscrições poderão ser realizadas entre os dias 11 e 14 de janeiro.

O Sisu consiste no sistema informatizado do Ministério de Educação, em que as Instituições Públicas de ensino superior, como a Universidade de São Paulo (USP), oferecem vagas aos estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Para fazer a matrícula neste primeiro semestre de 2016, é fundamental ter participado do ENEM e não ter tirado zero na redação. Além disso, é necessário informar o número de inscrição e a senha que foi usada no ENEM de 2015.

A USP está oferecendo um total de 11.057 vagas. Deste total, 9.568 são para o resultado do vestibular da FUVEST e o restante de 1.489 para o ingresso na Instituição por meio do Sisu, que vai ser avaliado através do ENEM. As inscrições começam no dia 11 de janeiro e o prazo segue aberto até o dia 14 do mesmo mês.

As inscrições são realizadas somente por meio da internet através do link: sisu.mec.gov.br. O resultado está previsto para ser divulgado no dia 18 de janeiro.

A USP está oferecendo vagas para 105 cursos em várias especialidades. Na unidade da Universidade que está situada na Rua Matão há 9 vagas para o curso de ciências biológicas no turno integral e 9 para a turma da manhã.

No campus de Ribeirão Preto, há 3 vagas para ciências biomédicas, 12 para educação física e esporte, 6 para química, 20 para direito, 8 para enfermagem, 10 para medicina, 3 para nutrição e metabolismo, 10 para pedagogia, 8 para psicologia, entre outros.

No Campus de São Carlos tem 15 vagas para o curso de ciências exatas, 30 para ciências da computação, 12 para estatística, 8 para física computacional, 12 para sistema de informação, entre outras.

Há também vagas na unidade situada no Rio Lago, sendo 85 para o curso de letras, 20 para ciências sociais, 16 para filosofia, 26 para história, 18 para geografia, entre outras. A lista pode ser acessada através deste link: sisu.mec.gov.br/cursos?tipo=ies&valor=55. 

Por Babi


Cursos superiores oferecidos são para portadores de visto humanitário e refugiados. Inscrições podem ser realizadas até o dia 13 de novembro.

A UFPR – Universidade Federal do Paraná – está com uma iniciativa muito legal, a instituição está oferecendo vagas em seus cursos superiores para portadores de visto humanitário e refugiados.

As vagas oferecidas são para ingresso no primeiro semestre de 2016, os candidatos não precisam desembolsar nenhum valor, a escolha dos aprovados será feita mediante análise de documentos. O requisito para participação é que os inscritos sejam estudantes de instituições de ensino localizadas em outros países. Os interessados poderão solicitar acesso a cursos com características similares na UFPR.

As inscrições deverão ser realizadas de forma pessoal ou através de procuração com reconhecimento de firma em cartório. A oportunidade segue aberta até o dia 13 de novembro.

Os interessados deverão indicar o curso de interesse, vale lembrar que as vagas estão sujeitas a disponibilidade dos mesmos. Dentre os documentos exigidos encontram-se: Histórico escolar,  fotocopias do formulário,  RG (Passaporte ou equivalente), cópia do CPF, documentos e/ou informação a respeito do estudo em outro país e o documento comprobatório da situação de portador de visto humanitário ou refugiado.

Quanto maior o número de informações a respeito do curso iniciado em outros países melhor, a análise levará em contra as grades curriculares e carga horária.

Vale ressaltar que serão aceitos sem tradução documentos redigidos em Português, Inglês, Espanhol ou Francês – Documentos em outros idiomas deverão ser traduzidos mediante tradução juramentada, caso contrário, não serão aceitos.

A solicitação que deverá incluir informações para contato pessoal com o requerente precisa ser entregue no setor Projeto de Extensão, que está situado na Prç. Santos Andrade, nº 50 – sala 28, região central de Curitiba.

O recebimento dos pedidos ocorrerá de segunda a sexta-feira nos seguintes horários:

Segunda-Feira: Das 17h30 às 20h30.

Terça, Quarta, Quinta e Sexta-Feira: Das 14h às 18h.

Para mais informações, formulário de preenchimento e consulta do edital, acesse www.ufpr.br.

Por Beatriz 


Um dos cursos mais procurados nas universidades é o curso de Administração.  Há algum tempo, se ouvia muito falar que quem escolhia o curso de Administração é porque estava indeciso e não sabia o que escolher, como carreira. Um grande engano, considerando que a Administração preparar o profissional para fazer frente em várias áreas, como recursos humanos, marketing, produção e operações, finanças, gestão estratégica e outras.

O profissional formado em administração poderá atuar em diversos setores, como escolas, universidades, hospitais, indústrias, organizações não-governamentais  e qualquer outro tipo de empresa pública ou privada. Uma empresa precisa sempre de um administrador, que é a pessoa que irá gerenciar a rotina de uma empresa. Cabe à pessoa do administrador a liderança sobre os talentos da organização por meio do gerenciamento de recursos materiais, humanos e financeiros. Tudo em uma empresa passa pelo administrador, ele é o responsável por conduzir as relações entre funcionários e empresa, bem como administrar os processos de seleção, admissão e treinamento de quadro pessoal, entre tantas outras funções. Dada a importância da formação desse profissional, se deve ter em mente que a escolha do curso é de extrema importância e deve considerar vários aspectos. 

Como escolher os melhores Cursos de Administração

Algumas dicas que podem servir  como parâmetro para ajudar na escolha dos melhores cursos de administração:

  • Um primeiro passo é conhecer a avaliação da instituição junto ao MEC. Nele, é possível fazer uma consulta à notas obtidas por determinada instituição em avaliações nacionais.
  • Sabe-se que instituições públicas – as universidades estaduais e federais -, gozam de um certo prestígio no mercado de trabalho, mas as instituições públicas já não garantem a sua boa colocação entre as que oferecem os melhores cursos. Prefira uma instituição que goze de boa reputação no mercado de trabalho.
  • Visitar o local também é uma boa ideia, para conhecer e saber se há uma estrutura adequada para oportunizar ao aluno bons recursos.
  • Conversar com ex-alunos, e mesmo alunos, para saber suas opiniões sobre o curso e a instituição.
  • Os diferenciais sempre adicionam valor à jornada de um estudante. Por exemplo, cursos que oferecem a opção de intercâmbio, disciplinas optativas, atividades extracurriculares, formação continuada e um dos diferenciais mais importantes: se o curso coloca o aluno em contato com o mercado de trabalho desde o início do curso.

De uma coisa se deve ter certeza: não será tão facil escolher. O que o aluno precisa ver é a que mais vai de encontro ao que ele busca e ao que ele espera de uma instituição de ensino. Instituições que tenham como diferencial professores com experiência no mercado de trabalho e internacionalidade, como a ESIC, a Melhor Escola Internacional de Negócios, fazem a diferença no currículo.


A Forbes apresentou a classificação das 15 principais universidades norte-americanas.

Uma das perguntas que passa pela maioria das pessoas é “quanto custa para estudar nas melhores faculdades dos EUA no ano de 2015”?

Os EUA são considerados um dos melhores países quando os estudantes pesam o investimento na educação superior, tanto que nos últimos dias as Forbes fez uma importante pesquisa onde leva em consideração:

  • O índice de satisfação dos alunos;
  • Os fatores ligados direto ao financiamento e à dívida estudantil;
  • O tempo médio até a conclusão da graduação;
  • O percentual de alunos que conquistam as bolsas de estudos concedidas por instituições prestigiadas no país.

Abaixo temos uma classificação da Forbes das 15 principais universidades americanas, que são:

1.       Pomona College, no Claremont, e com um custo anual no valor de US$ 62.632;

2.       Williams College, em Williamstown, e no qual o estudante deve se preparar para desembolsar por ano US$ 64.020;

3.       Stanford University, em Stanford, tem um custo anual no valor de US$ 62.801;

4.       Princeton University, em Princeton, apresenta um custo anual de US$ 58.965;

5.       Yale University, em New Haven, no valor anual de US$ 63.970;

6.       Harvard University, em Cambridge (nesse caso não confunda com Cambridge, na Inglaterra, pois no EUA tem uma localidade com esse nome), com um custo de US$ 62.250;

7.       Swarhmore College, em Swarthmore, no valor anual de US$ 62.450;

8.       Brown University, localizado em Providence, já apresenta um custo de US$ 62.694;

9.       Amherst College fica em Amherst e tem exatamente um custo anual que fica no valor de US$ 64.006;

10.   Massachusetts Institute of Technology (MIT), um dos institutos mais famosos que existe no planeta, fica também em Cambridge, mesma localidade da Harvard University e tem um custo anual de US$ 61.030;

11.   United States Military Academy West Point, que fica em West Point, mas a Forbes não informou o valor anual para quem quer ingressar nesse local;

12.   University of Pennsylvania, na bem conhecida Philadelphia e com um custo ao ano de US$ 64.200;

13.   University of Notre Dame, em St. Marys, e com um custo por ano de US$ 62.461;

14.   Dartmouth College, em Hanover, apresenta um custo anual de US$ 65.133;

15.   E, por último, temos a Columbia University, em Nova York, e com um custo anual que chega em US$ 66.604.

Por Fernanda de Godoi


Prefeitura de Belém (PA) oferece um curso pré-vestibular gratuito. Estão abertas 600 vagas.

Para os estudantes da cidade de Belém que sonham em garantir uma vaga nas universidades, as notícias são ótimas, pois muitas vezes o estudante almeja uma vaga nas universidades, mas não possui condições financeiras para pagar as caras mensalidades dos cursinhos pré-vestibulares. Foi pensando nestes estudantes que a Prefeitura da cidade de Belém (PA) está oferecendo a oportunidade dos estudantes fazerem um cursinho pré-vestibular inteiramente gratuito, este cursinho será administrado pela Prefeitura do município, sendo que a previsão para o início das aulas é o mês de maio do ano de 2015.

No total, serão ofertadas aos estudantes 600 vagas, sendo que estas serão distribuídas igualmente nos turnos da manhã, tarde e noite, ou seja, 200 vagas para cada turno. Para conseguir uma vaga nesse cursinho pré-vestibular o interessado terá que fazer um cadastro no site da Prefeitura de Belém que é o www.belem.pa.gov.br.

Os candidatos que irão efetivamente fazer o cursinho serão selecionados mediante a nota obtida pelos candidatos no último Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em ordem decrescente.

Haverá também um pré-requisito a ser observado que será o de que só poderá fazer este curso pré-vestibular gratuito os alunos oriundos de escolas públicas ou aqueles que estudaram em escola particular por meio de contemplação com bolsa integral. Por ter a certeza que a procura será maior do que o número de vagas disponíveis a prefeitura do município trabalhará ainda com um cadastro reserva, após o preenchimento das vagas disponíveis.

O cursinho será realizado no seguinte endereço: Avenida Generalíssimo Deodoro, 952. Para aqueles que acham que por ser gratuito o cursinho não terá boas instalações, todas as salas serão refrigeradas e com recursos multimídia, ainda os estudantes poderão contar com o auxílio de biblioteca, sala de informática, banheiros adaptados, rampa e acomodação para pessoas portadoras de necessidades especiais e lanchonete.

Vale salientar que apesar de ser um cursinho voltado para vestibular, os candidatos que tiverem como foco concursos públicos tem mais essa opção, uma vez que na maioria das vezes muitos concursos em nível de ensino médio têm os seus conteúdos programáticos afins aos principais vestibulares do país.

Por Adriano Oliveira


Se você mora em São Paulo e está querendo ingressar em um curso de graduação, no entanto, não tem dinheiro para pagar os custos de um curso de nível superior, não perca esta chance. As Instituições da Cruzeiro do Sul Educacional estão oferecendo bolsas de estudo de até 100% para pessoas que tenham feito a prova tradicional do processo seletivo tradicional.

Para concorrer a uma das oportunidades é necessário que o estudante tenha conseguido uma pontuação superior a 75 pontos. A prova tradicional será aplicada no dia 8 de fevereiro, no período matutino a partir das 10h. Ela deverá ser aplicada em todos os campi da instituição. No momento de ingressar no local da prova, o candidato precisará mostrar o seu documento de identidade com foto e também um comprovante de inscrição.  

Os interessados em concorrer a uma das bolsas que cumprirem com o requisito citado anteriormente, deverão fazer a sua inscrição até o dia 4 de fevereiro. Se o candidato for beneficiado  por uma das bolsas, ele deverá iniciar o seu curso ainda no primeiro semestre deste ano.  

O Grupo Cruzeiro do Sul educacional é formado pela Universidade de Franca, Universidade Cidade de São Paulo, Universidade Cruzeiro do Sul, Centro Universitário do Distrito Federal, Universidade Módulo.  

Além destas bolsas que contemplam o bom rendimento e desempenho na prova tradicional, outras formas de ingresso são aceitas nas Instituições do Grupo. 

O estudante pode solicitar uma prova agendada. Nesta modalidade, o interessado solicita uma data (uma das quais estejam disponíveis) para realizar a prova. Também o interessado em ingressar em um dos cursos poderá tentar o ingresso via Exame Nacional de Ensino Médio, no qual o resultado do Enem é usado para a seleção dos candidatos.  

As Instituições do Grupo Cruzeiro do Sul permitem o financiamento estudantil, o FIES. O estudante poderá solicitar o financiamento antes mesmo de realizar a matrícula no curso de ensino superior. 

Por Melina Menezes


Se você estava de olho nas vagas de estudo oferecidas pelo Instituto de Tecnologia de Pernambuco, o Itep, mas não conseguiu efetuar a sua inscrição, saiba que o prazo de inscrições foi prorrogado, sendo assim, você tem até o dia 21 do mês de janeiro para participar do processo de seleção. 

Continua aberto o período para efetuar a inscrição no processo seletivo do Itep, o interessado em se candidatar e concorrer a uma das oportunidades deverá se inscrever até o dia 21 deste mês, para efetuar a inscrição o candidato precisará comparecem no centro tecnológico onde é ministrado o curso de seu interesse. Quem quiser concorrer a uma das oportunidades, precisará pagar uma taxa de R$ 20, a qual deverá ter o seu valor recolhido até o dia 23 de janeiro. A taxa será paga mediante um boleto bancário enviado para o e-mail. 

Ao todo, o Itep está oferecendo 345 vagas que estão distribuídas em vários cursos ministrados em cinco polos de ensino no estado de Pernambuco. As vagas oferecidas são para os cursos de modelagem de vestuário e química no Centro do Agreste localizado em Caruaru; comunicação visual oferecido no Centro da Cultura Digital localizado na cidade de Olinda; Administração, Zootecnia e Desenho em Construção Civil no Centro Tecnológico do Pajeú sediado em Serra Talhada; Alimentos  ministrado no Centro do Instituto de Lacticínios do Agreste; eletroeletrônica e química no Centro Tecnológico do Araripe situado em Araripina.  

A avaliação dos candidatos será realizada mediante uma prova objetiva que deverá acontecer no dia 25 de janeiro no período vespertino das 14h às 17h. O resultado parcial deverá ser divulgado no dia 10 de fevereiro, este resultado mostrará a primeira classificação da avaliação escrita múltipla escolha. Todas as informações acerca do processo seletivo estão disponíveis no endereço eletrônico do Itep, também neste site é possível visualizar o edital de abertura do certame, este documento possui todas as informações relativas ao regulamento e especificações do processo de seleção. 

Por Melina Menezes


Está aberto o período para realizar as inscrições no processo seletivo da Escola Família Agrícola de Ladeirinhas, localizada no município de Japoatã noSergipe. Ao todo, a instituição está disponibilizando 50 vagas. As inscrições permanecerão abertas até o dia 20 de fevereiro. O processo seletivo foi autorizado pela Secretaria de Estado da Educação, a SEED. 

A SEED está inscrevendo os interessados em participar do processo de seleção que está oferecendo 50 vagas no curso deTécnico em Agropecuária. O número total de vagas está distribuído em dois turnos, matutino e vespertino. 

Quem quiser participar do processo de seleção da Escola Família Agrícola de Ladeirinhas terá tempo de efetuar a sua inscrição até o dia 20 de fevereiro. A Escola está localizada na Rua dos Currais, n° 156, povoado de Ladeirinhas, pertencente ao município de Japoatã. Conforme as instruções determinadas pela SEED da cidade sergipana, estão aptos a participar da seleção aquelas pessoas que sejam filhos de agricultor ou de assentados / acampados, possuam ensino fundamental completo, estejam dispostos a desenvolverem e cuidarem do meio ambiente durante as práticas de agricultura, sejam oriundos de municípios que participem do Baixo São Francisco Sergipano (Brejo Grande, Amparo do São Francisco, Capela, Pirambu, Santana do São Francisco, Neópolis, Ilha das Flores, Canhoba, Cedro de São João, Paracatuba, entre outras). 

No momento de realizar a sua inscrição o candidato deverá estar munido de certidão de nascimento, diploma ou certificado de finalização da oitava ou nona série do ensino fundamental, estarem dia com o serviço militar ou dispensa para maiores de 18 anos de idade e pertencentes ao sexo masculino, possuir xerox de carteira de identidade e do CPF, três fotos 3×4 recentes e coloridas, comprovante de residência. A inscrição do candidato poderá ser feito por outra pessoa maior de 18 anos, para isso esse procurador deverá estar com toda a documentação exigida na hora da inscrição. 

A seleção finalizará quando o número de vagas estiver completamente preenchido e não houver possibilidade de outras inscrições. As aulas começarão no dia 23 de fevereiro. 

Por Melina Menezes


Atenção jovens moradores do estado do Tocantins! Se você está querendo iniciar um curso de nível superior, esta pode ser uma grande oportunidade. Está aberto o período de inscrições para o processo seletivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Tocantins (IFTO). As vagas que estão sendo disponibilizadas são para diversos cursos. Nesta ocasião estão sendo oferecidas 70 vagas.  

Atualmente, com as exigências cada vez maiores no mercado de trabalho, os jovens têm tido mais iniciativa no momento de decidir cursar ou não o ensino superior. Esta proatividade tem sido a causa de que muitas instituições de ensino aumentarem o número de vagas nos cursos de graduação e até mesmo diversificar os cursos oferecidos. Assim, seguindo esta tendência, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFTO) está oferecendo uma nova graduação no Campus Paraíso. A mais nova graduação que está sendo disponibilizada é  Bacharelado em Sistemas de Informação.

Quem quiser participar do processo de seleção e iniciar a vida acadêmica nessa instituição poderá realizar a sua inscrição através do endereço eletrônico paraiso.ifto.edu.br. O prazo para realizar as inscrições continuará vigente até o dia 18 de janeiro de 2015. Também poderão ser feitas as inscrições de forma presencial, para este fim o interessado deverá comparecer no Espaço Cultural Cora Coralina, localizado na Praça José Ribeiro Torres, na localidade de Paraíso do Tocantins. As inscrições no modo presencial serão aceitas até o dia 18 de janeiro, no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h.  

Neste mesmo processo seletivo também estão sendo oferecidas oportunidades para outros cursos como Tecnologia em Alimentos, Licenciatura em Matemática e Licenciatura em Química. Os cursos são ministrados no período vespertino e no período noturno. Para participar da seleção o interessado precisará pagar um valor de R$ 25, relativo à taxa de inscrição. Caso prefira, o estudante poderá trocar o pagamento da taxa por fazer uma doação de 2 kg de alimentos não perecíveis, não poderão ser doados sal nem fubá.   

A avaliação dos candidatos será realizada no dia 25 de janeiro.  

Por Melina Menezes


A Universidade Municipal de São Caetano do Sul está com as inscrições abertas para o curso de Medicina, entre os dias 03/11/2014 e 05/01/2015, devendo as mesmas serem realizadas pelo site da VUNESP. O referido certame é para ingresso no 1° semestre de 2015.

As provas do presente certame serão realizadas no dia 25 de janeiro de 2015, com início às 14h, no Campus Barcelona da Universidade Municipal de São Caetano do Sul. Conforme informações do edital, a prova será composta de 60 questões objetivas, obedecendo a seguinte organização: Língua Portuguesa (10), Língua Inglesa (06), História (05), Geografia (05), Biologia (10), Química (10), Física (07) e Matemática (07), com 5 alternativas cada. Além da prova de múltipla escolha, haverá a prova de redação. Segundo o edital, os resultados de classificação dos candidatos ao Concurso Vestibular da Universidade Municipal de São Caetano do Sul serão divulgados a partir das 15h do dia 9 de fevereiro de 2015, no portal da Fundação Vunesp www.vunesp.com.br e no portal da USCS www.uscs.edu.br.

No presente vestibular, a instituição oferecerá 60 vagas para o curso de Medicina, somente em período integral. A taxa de inscrição é de R$ 250,00 que deverá ser pago por meio de boleto bancário.

A Universidade Municipal de São Caetano do Sul foi fundada em 1967, e o curso de Medicina da referida instituição, conforme consta no próprio site, é desenvolvido em 6 anos (12 semestres).

A mensalidade do curso de medicina na USCS, segundo o site, custa em torno de R$ 5.600.00 (o aluno terá abatimento de 5% quando o pagamento for efetivado até o dia 8 de cada mês, então o valor final será de R$ 5.320,00). Importante frisar que a instituição oferece a possibilidade de financiamento através do FIES.

A UCSC é um organismo de ensino de nível superior municipal, com autonomia didático-científica, administrativa, disciplinar e de execução orçamentária.

Para mais informações acesse www.uscs.edu.br ou www.vunesp.com.br.

Por Thiago José Fernandes


Se você mora em Minas Gerais e está concluindo em 2015 o ensino médio ou se já conclui em anos anteriores, fique atento à oportunidade que a Universidade Federal de Minas Gerais está oferecendo. A UFMG está com as inscrições abertas para o curso pré-vestibular da instituição. O curso faz parte de um projeto de extensão e tem como objetivo principal a preparação de jovens estudantes para o vestibular do próximo ano. 

Caso você tenha ficado interessado e deseje participar do curso preparatório, fique sabendo que para concorrer a uma das vagas e iniciar a preparação na UFMG você precisará ter estudado em escolas públicas. 

O cursinho Equalizar é um meio que os estudantes da rede pública de ensino possuem para poder estudar e aprender mais a fundo as disciplinas que serão cobradas no processo seletivo que acontecerá no próximo ano.  

Para se inscrever no processo seletivo o aluno precisará acessar o site do Projeto Equalizar até o dia 18 de janeiro. Logo de efetuar a inscrição o estudante receberá um documento a modo de comprovante que precisará ser apresentado antes de entrar para realizar a prova de seleção. Conforme as informações cedidas pelos coordenadores do curso Equalizar, o processo de seleção dos estudantes será feito no dia 24 de janeiro no período vespertino, iniciando às 15h. O local de aplicação da prova é o Campus Pampulha. Outros dados mais específicos como a sala de realização das provas será informado por e-mail para cada estudante. 

A seleção dos candidatos será feita mediante a aplicação de prova objetiva múltipla escolha e também mediante a aplicação de provas dissertativas. Os conteúdos que serão cobrados são das disciplinas de História, Biologia, Geografia, Português, Física, Química e Matemática. A convocação dos candidatos será feita por ordem descendente das notas sendo chamado, primeiramente, quem possui maior pontuação. 

O cursinho Equalizar está localizado na Escola de Engenharia no campus Pampulha, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

Por mais informações entre em contato pelo e-mail cpequalizar@gmail.com.  

Por Melina Menezes


Muitos jovens chegam num determinado momento da vida em que se sentem confusos e perdidos, ainda mais a maioria que não conta com o apoio direto dos familiares nas escolhas que farão relacionadas ao seu futuro profissional.

Sentem-se pressionados por questões financeiras a ingressar no mercado de trabalho para ajudar a família, ou, mesmo que não tenham a necessidade de ajudar a família, querem entrar no mundo do consumo e ter seu próprio dinheiro, o que torna tudo mais fácil.

Apesar dessas questões, muito jovens, independente de classe social, decidem não estudar mais. Terminam o ensino médio e arrumam um emprego e acham que a vida está definida. Triste quem pensa assim! A vida oscila, empregos se perdem e cada vez mais, somente os mais preparados conseguem se manter efetivamente ativos no mercado.

Para os que não desejam cursar uma faculdade, embora seja altamente recomendado que o façam, é importante que tenham em mente que devem ter uma profissão, senão ficarão sempre a mercê de subempregos e das oscilações do mercado, que são frequentes. Estarão sujeitos aos empregos de temporada, que pagam mal e na maioria das vezes exploram o trabalhador.

Terminou o ensino médio? Faça um curso técnico. Existem cursos nas mais diversas áreas, assim como as faculdades. Tem cursos nas áreas de humanas, exatas e de saúde. Na área de exatas você pode fazer um curso técnico de Química, caso tenha afinidade com os números. É uma boa profissão e diversos tipos de indústria contratam esses profissionais.

Caso você goste de ambiente de escritório, você pode cursar técnico em Administração. Trabalhará dentro de escritórios nos ramos mais variados das empresas.

Na área de saúde você pode cursar Técnico em Enfermagem, pois hospitais e clínicas existem no país inteiro. E tendo uma profissão de curso técnico, você será melhor remunerado, um profissional mais valorizado e com chances de sempre se manter na ativa no mercado de trabalho. E quem sabe, tome gosto pela profissão e curse uma faculdade na área.

Por Luciana Viturino


Acredito que seja praticamente unânime o gosto das pessoas pelo cinema. Essa sensação de estar vivenciando uma história que muitas vezes se confunde com a nossa ou até mesmo de algum amigo, pessoa próxima ou de uma história que você já escutou a respeito. Sem dúvida esse outro mundo nos leva a esquecer até mesmo nossa própria vida para apreciar o cotidiano mostrado de forma lúdica. O profissional que nos permite viver essa percepção da vida é o Cineasta.

Esse profissional não está unicamente ligado ao cinema, em longa-metragem e curta-metragem, pois trabalha na área de propaganda comercial também. Além disso, ele cuida de roteiros, produção, direção e arte. De fato é uma profissão que tem áreas bem abrangentes, não se prendendo apenas a uma opção.

A verdade é que, para ser Cineasta não precisa ter cursado a faculdade de cinema, porém o interessado deve ter um domínio para executar a profissão com destreza. Aos que buscam a faculdade para aprender e desenvolver a arte de forma orientada, a duração do curso é de quatro anos e você pode optar por Cinema Audiovisual ou por Cinema de Animação. A primeira possui mais enfoque no cinema, comunicação, direção de atores, câmeras, escolha do melhor cenário, música para compor as cenas. Já a segunda opção é praticamente 100% digital, com direcionamento para a parte de programação e a parte prática.

O mercado de trabalho no Brasil está em alta e oferece grandes oportunidades para o profissional. Então se você se interessou e pensa em cursar a faculdade de Cinema, os vestibulares mais procurados e requisitados encontram-se na região sudeste. Não perca tempo e invista nos seus sonhos.

Cabe lembrar que para ser um bom Cineasta é necessário bastante leitura e um bom domínio acerca dos roteiros televisivos. Sem dúvida, alguns cursos extras serão o diferencial para quem deseja se destacar nesse mercado.

Por Luciana Viturino


Sem sombra de dúvidas Engenharia Civil sempre foi e continua sendo uma das profissões de maior destaque e um dos vestibulares mais concorridos dos últimos tempos. Podendo o profissional atuar em projetar, fiscalizar e supervisionar obras, construção de viadutos, rodovias e afins. Para desempenhar a profissão com maestria, requer que o interessado por essa profissão tenha uma afinidade com cálculos e com os números, pois é a partir de cálculos que se chegará à precisão para que o projeto a ele encarregado seja totalmente funcional sem gerar danos futuros.

Apesar da grande responsabilidade, já que lida com construção, melhoramento e funcionalidade para a vida urbana (como as construções de grandes viadutos para “desafogar” o tráfego) e não somente para um pequeno grupo de pessoas, esse profissional vem investindo em especialização, cursos que envolvem sempre a tecnologia direcionada sempre para sua área de atuação, dessa forma buscando um resultado expressivo e consagrando-se mais em sua profissão.

A duração do curso de Engenharia Civil é de 5 anos, por muito tempo esse foi um curso dominado por homens, contudo o interesse pela profissão foi aumentando e hoje podemos encontrar milhares de garotas com a mesma vontade, capacidade e desenvolvimento para atuar na área ou estudando ou já formadas na área e comandando obras.

No Brasil anualmente sai das faculdades cerca de 40 mil profissionais, e você pode até pensar que seja um número significante, mas saiba que o mercado para ser satisfeito deveria formar quase o dobro, isso tudo devido à carência de Engenheiros Civis.

É perceptível que a profissão de Engenheiro Civil tem o seu encantamento e que o número de engenheiros aumente com o passar dos anos, e isso é imprescindível, pois garante o desenvolvimento e o crescimento de forma benéfica, já que o próprio governo tem programas variados que necessitam demasiadamente desses profissionais. A concentração de maiores oportunidades para esses profissionais está na região sudeste, mais precisamente em São Paulo.

Por Luciana Viturino


A profissão de Dentista tem destaque desde a Grécia antiga onde há relatos históricos de pessoas com dores de dentes e o responsável para sanar essas dores existentes eram os chamados barbeiros. Com o passar das décadas essa profissão esteve muito ligada com grande profundidade à medicina, e apenas no século XVIII, é que essas duas profissões foram diferenciadas e podendo a Odontologia aprofunda-se nos estudos e especializações e surgindo faculdades para os interessados nessa área.

O curso tem duração de 5 anos, contando que nos últimos períodos é realizado o estágio obrigatório com o monitoramento dos professores responsáveis para a execução dos procedimentos. A maioria dos estudantes de Odontologia descobrem a área que querem seguir a partir do estágio proporcionando na própria faculdade onde o aluno tem de fato o contato com a prática que o deixa preparado para situações encontradas depois do término do curso.

Aquela velha ideia que dentista é o que apenas arranca os dentes é de fato ultrapassada, podendo hoje em dia se especializar nas mais variadas áreas como é o caso restauração de dentes, a parte de próteses, implantes dentários, endodontia, etc. Essas especializações somente trazem benefícios para os pacientes, que terão tratamentos menos dolorosos, mais rápidos, e com melhores resultados. A maioria dos formados nas áreas atua em clínicas particulares ou em Prefeituras onde esse serviço é gratuito disponibilizando Às pessoas que não tenham condições do tratamento a realizarem de forma eficiente.

A partir do demonstrado é natural que passemos a perceber que trata-se de um linda profissão, pois não basta somente a preocupação em reparar um dente, ou arrancar, e sim cuidar de tudo que engloba a face, trazendo para as pessoas que procuram esses profissionais uma maior segurança e autoestima para encarar a vida sobre uma nova ótica. Ao torna-se um profissional dessa área não deve ter em mente somente a finalidade de execução do bom serviço, mas também a delicadeza de perceber que terá uma participação fundamental na mudança de vida da pessoa que receberá o tratamento.

Por Luciana Viturino


Já pensou ver o seu nome na lista dos aprovados no vestibular dos seus sonhos? E se essa faculdade estivesse em uma das melhores capitais do Brasil? Não seria ótimo? É claro que sim. Por isso fique atento, pois eu vou dar algumas dicas a você que pretende realizar o vestibular do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper) situado no estado de São Paulo.

É muito comum nos dias de hoje vermos jovens que não têm noção da carreira que desejam seguir. No entanto, se você almeja seguir um curso de Engenharia da Computação, Mecânica ou Mecatrônica, então você não pode perder essa grande chance de realizar o vestibular da Insper. Além disso, os candidatos que fizeram a prova do Enem poderão aproveitar as notas obtidas nele.

Para realizar a sua inscrição acesse o site www.sga.insper.edu.br e efetue o pagamento da taxa no valor de R$ 200. Entretanto, é importante destacar que caso você seja aprovado na 1ª etapa, deverá participar da 2ª e para isso deverá efetuar o pagamento de outra taxa no valor de R$ 50.

Os participantes inscritos deverão realizar a prova objetiva no dia 9 de janeiro. Essa fase será composta por 75 questões de múltipla escolha. Os classificados nesta etapa deverão realizar a 2ª fase no dia 22, 24, 27, 29 e 30, conforme o agendamento do candidato. Neste último caso, ele deverá redigir uma redação e participar de um teste de dinâmica em grupo. Portanto, aproveite o tempo que lhe resta para estudar o máximo que puder e resolver inúmeros simulados anteriores. Além disso, grupos de estudos são excelentes para sanar dúvidas e é comprovado cientificamente que uma das melhores maneiras de estudar é ensinando. Você estuda novamente o que já sabe e transmite o seu conhecimento para outra pessoa. Caso ainda surjam dúvidas, procure professores de cursinho. Eles sempre estão com a solução para os problemas dos alunos.

Seguindo esses passos não tem como não ser aprovado.

Bons estudos e boa sorte!

Por Luciana Viturino


Você já pensou sem e tornar um Acupunturista? É isso mesmo, aquele que pratica a medicina alternativa chinesa e pratica a acupuntura. É um ótimo ramo e está em alta, haja vista os grandes benefícios que a prática tem fornecido à população. Mas você pode estar se perguntando o porquê de a acupuntura ser tão benéfica assim. Eu digo que é por que ela trabalha com estímulos específicos em determinadas regiões do corpo e assim, os neurotransmissores agem como as serotoninas e as endorfinas, o que normaliza diferentes funções do corpo.

Na maioria das vezes a acupuntura ocorre com agulhas, raios lasers ou microcorrentes elétricas. Cabe lembrar que todos os aparelhos utilizados são esterilizados e muitos profissionais da saúde afirmam que o método é excelente para complementar qualquer tipo de tratamento.

Sendo assim, você precisa ficar atento às características que um profissional precisa ter, sendo elas: sensibilidade, atenção aos detalhes, boa visão, ser detalhista, capacidade de concentração, facilidade em lidar com agulhas e objetos cortantes, interesse pela cultura oriental e pela medicina, raciocínio lógico e rápido, e firmeza nas mãos.

Mas você deve estar se perguntando: qual curso eu preciso ter para me tornar um acupunturista? Bom, para ser um profissional de acupuntura, então você precisa ser formado em uma das seguintes áreas: Medicina, Farmácia, Fisioterapia, Psicologia, entre outros e se especializar na área. Cabe ressaltar que pessoas com ensino médio completo também podem se tornar acupunturistas e para isso basta que façam o curso Técnico de Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. O método é indicado para diversos casos, como dores de cabeça; processos agudos e crônicos de dor; insônia e ansiedade; dores na cervical, ombro e cotovelo; lesões nas articulações; traumatismos; tendinites; problemas digestivos; problemas pulmonares e alérgicos; lesões esportivas; pré e pós-operatório; problemas ginecológicos; estresse; lombalgias; entre várias outras funções.

Entretanto, o mercado nessa área tem crescido bastante nos últimos anos e vem ganhando cada vez mais credibilidade.  

Por Luciana Viturino


É muito comum nos dias de hoje vermos pessoas que se formam e posteriormente não se identificam com a profissão ou que não conseguem uma oportunidade na área e terminam por ter que trabalhar em outra área e esquecer o que aprendeu durante anos de faculdade, ou até mesmo por que não gostaram do curso. Se você se encontra neste caso continue lendo e veja o que fazer quando isso acontece.

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que a idade pesa na hora de uma seleção e muitas cidades brasileiras já não contratam pessoas que possuem determinadas idades. A meu ver isso é um grande engano, pois é possível ter um funcionário altamente capaz com idade mais avançada e um funcionário jovem com pouca experiência e vice versa. Porém, o que eu tenho a dizer a você que não se identificou com o curso e está com uma idade avançada é que procure sim fazer outro curso. Contudo, tenha em mente que você precisa de duas coisas: algo que lhe dê prazer e algo que lhe dê retorno financeiro.

Claro que se você conseguir encontrar isso na mesma profissão será ótimo, mas se isso não acontecer procure outra coisa para trabalhar e ir fazendo outro curso para não ficar o resto da vida frustrado.

Nós sabemos o quando é péssimo trabalhar naquilo que não gostamos. Ainda que tenhamos de procurar uma profissão que nos dê um retorno financeiro para sobreviver precisamos verificar se possuímos um mínimo de afinidade com o que estamos fazendo. Lembre-se também que o mercado de trabalho está cada vez mais acirrado e está muito comum encontrarmos pessoas com nível superior. Mas, o importante aqui é não deixar de se atualizar com o que há de novo. Eu sei que a tecnologia tem avançado de forma extraordinária e muitas vezes acompanhar tudo isso não é tão fácil quanto parece, mas tente fazer a sua parte e o resultado virá. 

Por Luciana Viturino


O Teatro e a Produção Cênica basicamente envolvem diversos seguimentos. O profissional poderá desenvolver seus trabalhos na interpretação de peças, montagem e direção das mesmas. É uma área de atuação para pessoas que tem certa liberdade e se sentem a vontade para expressar sentimentos, ideais e histórias por meio do corpo e da voz.

Há a possibilidade também do profissional que atua nesse seguimento seguir uma sólida carreira como ator. O que inclui as mais variadas formas de produção, como o teatro, a televisão, filmes e comerciais.

Os profissionais que contam com licenciatura na área poderão trabalhar como professores de aulas de teatro voltados para alunos de nível fundamental e médio além de poder ministrar cursos livres.

Os profissionais licenciados nessa área encontram maiores oportunidades de emprego em escolas da rede pública e também privadas. Entretanto, vale destacar o fato de que a disciplina em si não é obrigatória para o ensino fundamental ou médio.

Sendo por isso, categorizados como cursos extracurriculares. Esse fato dificulta um pouco a popularização da função. Entretanto, nos últimos anos, diversas instituições tem reconhecido o fato e integrado em sua grade curricular cursos relativos a essa área.

Como citado no início, há diversas áreas onde o profissional pode atuar. Porém, há uma diferença que convém destacar. Quem possui a licenciatura na área geralmente irá atuar em setores que envolvem teatro, cinema, televisão, publicidade, dublagem e etc. Aqueles que contam com o bacharelado ou ainda são tecnólogos, tem habilitação para formar grupos de teatros e realizarem todas as etapas de produção de peças próprias.

Nesse último caso, as chances de diversificação das funções são maiores, já que o profissional poderá se destacar trabalhando na criação de textos, como ator, produtor e diretor entre diversas outras.

Segundo informações do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de São Paulo os profissionais ganham em média R$ 440 por cada apresentação. Já o MEC informa que o salário por uma carga horária de 40 horas por semana pode chegar a R$ 1.567,00.

Por Denisson A. Soares


O curso de nível superior em Administração é atualmente a graduação mais oferecida no Brasil. Para se ter ideia dessa amplitude, são cerca de 1.822 instituições que trabalham essa área de conhecimento.

Outro detalhe que também chama a atenção é que, em termos de matrículas, ele também é campeão. Em média são 800.000 por ano. Esses números apresentados pela Administração podem ser justificados pelo fato de que o curso é bastante generalista e, claro que, junto a isso, há o fato de que o profissional formado nessa área de conhecimento é um dos mais requisitados no mercado. Fato que independe do segmento ou do tamanho da empresa.

A cada ano o curso de bacharelado em Administração é o que mais forma profissionais. A área é muito concorrida e um dos principais motivos para isso é o fato de que o mercado para o profissional em administração também está crescendo junto com outros setores do mercado.

O Administrador passa a ser uma peça fundamental em diversas áreas. No caso das grandes corporações, esse profissional encontra mais chances nas áreas de recursos humanos, gestão financeira e planejamento estratégico, dentre outras.

Entre outras possibilidades que envolvem esse profissional está o fato de que o mesmo pode atuar como empreendedor ou ainda prestar serviços de auditoria e consultoria para diversas empresas.

Apesar de haver uma grande oferta de oportunidades de emprego para a profissão em todo o país, as regiões sul e sudeste são as que mais vagas oferecem.

É bom destacar o fato de que muitos dos profissionais formados em administração acabam participando de algum programa de trainee sendo efetivado ao final do mesmo.

De acordo com informações do Conselho Federal de Administração, o salário inicial para a carreira é de, em média, R$ 2.100,00.

Confira algumas áreas onde o administrador pode trabalhar: Administração de Empresas, Administração Esportiva, Administração Hospitalar, Administração Hoteleira, Administração Financeira, Administração Pública e etc.

Como é possível perceber, são diversos os âmbitos de atuação o que dá ao profissional o privilégio de poder “escolher” aquela área que mais lhe agrada.

Por Denisson A. Soares


Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia (IFBA). O período para realizar as inscrições iniciou no dia 1º de agosto e continuará vigente até o dia 10 de setembro.

O IFBA está com 6.880 vagas em aberto em cursos de formação técnica e superior. Do total de oportunidades, 5.267 são para cursos de formação técnica e as 1.620 restantes para ensino superior.

Essas oportunidades estão distribuídas nos 16 campi da instituição espalhados por todo o estado da Bahia. Na capital baiana são disponibilizadas 1.386 oportunidades, destas 660 são para nível superior, 286 para técnico pós ensino médio, 440 para técnico da modalidade integrada (os cursos deste tipo podem ser realizados enquanto o estudante está matriculado regularmente no ensino médio).

A média de duração dos cursos varia conforme o curso e com o nível de qualificação deles, oscilando entre 2 e 5 anos.

A forma de ingresso no IFBA varia. Para os cursos técnicos integrados, a única forma de entrada nos cursos é mediante vestibular. Para os cursos subsequentes há duas maneiras de ingressar, do total de vagas para esses cursos 50% são para aprovados no vestibular do IFBA e os outros 50% restantes são para ingresso mediante a nota do Enem 2014. Do total do número de vagas oferecidas para os cursos de nível superior, 60% são para os aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio e os 40% restantes são para entrada via o Sistema de Seleção Unificada, Sisu. A aplicação das provas do processo avaliativo será no dia 7 de dezembro.

Quem quiser participar do processo seletivo deverá se inscrever até dia 10 de setembro através do endereço eletrônico www.ifba.edu.br. O valor a ser pago pela taxa de participação é de R$ 30. 

A publicação dos candidatos aprovados no vestibular 2015 da instituição será efetuada no dia 20 de janeiro.

Se ainda ficou com dúvidas acerca do processo seletivo, acesse o edital ou o manual do candidato no endereço eletrônico do IFBA (www.ifba.edu.br), ou ligue para (71) 2102-0474. Também é possível conferir informações e detalhes do processo de seleção através do e-mail selecao2015@ifba.edu.br.

Por Melina Menezes


O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) em São Paulo está recebendo desde sexta-feira, dia 25 de julho de 2014, as inscrições para a realização de um curso gratuito voltado para estudantes interessados em prestar algum vestibular. De acordo com as informações divulgadas pelo CIEE o presente curso tem como principal foco despertar nos jovens participantes afinidade com a literatura principalmente entre os alunos do nível médio, tudo visando que os participantes possam ter maiores chances de conseguirem um aproveitamento melhor nas provas de vestibulares.

Este curso voltado para vestibulandos apresenta como diferencial o roteiro do mesmo. Ou seja, serão abordados e estudados a lista de livros que será utilizada nos vestibulares da Unicamp e da Fuvest. Durante as aulas presenciais serão contextualizados cada obra em seu respectivo tempo histórico. Além disso, também serão tratados pontos onde essas obras possam ser aproximadas da realidade atual e por fim, será analisado o estilo característico da cada autor.

Entre as obras que serão estudas estão “Sentimento do mundo”, de Carlos Drummond de Andrade; “Memórias póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis e “Viagens na minha terra”, de Almeida Garrett.

Outro diferencial que será utilizado como um recurso durante a realização dos cursos gratuitos serão partes de filmes, quadros famosos e minisséries dentre outros que tenham relação ao texto que será estudado.

De acordo com as informações divulgadas pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) o curso em questão terá vagas limitadas. A duração do mesmo será de cinco dias. A divisão foi feita em três horas por dia o que totaliza 15 horas de curso

O início das aulas está previsto para começar no dia 4 de agosto e deverá seguir até o dia 8 do mesmo mês. As aulas acontecerão no período situado entre 14h e 17h no Prédio-Escola do CIEE. O endereço do mesmo é Rua Maria Paula, nº 212, Centro, São Paulo/SP.

As inscrições para esse curso são gratuitas e estão sendo aceitas via internet por meio do site www.ciee.org.br.

A previsão é de que as inscrições permanecerão em aberto até o fechamento por completo das vagas. Por isso, quanto antes o interessado se inscrever melhor.

Por Denisson Soares





CONTINUE NAVEGANDO: