Inscrições podem ser feitas até o dia 5 de novembro de 2017.

Quem reside no Estado do Pernambuco, precisa saber que o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, o IFPE, está com as inscrições abertas para o seu Vestibular 2018. Com início na última segunda-feira, dia 16 de outubro, são disponibilizadas um total de 615 vagas para cursos de tecnologia, licenciatura e bacharelado.

Esses ocorrerão em diversos campi, sendo eles: Vitória de Santo Antão, Recife, Pesqueira, Ipojuca, Garanhuns, Caruaru, Belo Jardim e Barreiros.

E se você ficou interessado e quer saber mais detalhes sobre o vestibular, nós te damos todas as dicas que você precisa saber para participar. Vamos a elas.

Quais são as oportunidades do Vestibular 2018 da IFPE?

As oportunidades são para diversas áreas de interesse. Participam, portanto, do vestibular, os cursos de Química, Música, Matemática, Gestão de Turismo, Gestão Ambiental, Geografia, Física, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Design Gráfico, Análise e Desenvolvimento de Sistema, Agronomia e, por fim, Agroecologia.

Como faço para me inscrever?

As inscrições ocorrem somente pela internet, no endereço eletrônico http://cvest.ifpe.edu.br/vestibular2018_1/inscricao/index.php. O prazo final para participar é o dia 5 de novembro de 2017.

É importante ressaltar que é necessário realizar o pagamento de uma taxa de inscrição para os cursos superiores, sendo essa de R$ 50. Quem quiser solicitar a isenção do pagamento, tem até quinta-feira, dia 19 de outubro, para fazê-lo no site da Cvest, precisando realizar a entrega dos documentos que comprovem a sua situação até o dia seguinte no campus respectivo. Todas as instruções podem ser analisadas no portal http://cvest.ifpe.edu.br/vestibular2018_1/arquivos/Instrucoes_para_isencao_Vestibular_2018_1.pdf, sendo o resultado publicado já no dia 25 do mesmo mês.

É concedida a gratuidade de taxa para aqueles candidatos que cursaram o seu Ensino Fundamental e Médio em uma rede pública de ensino ou que sejam bolsistas integrais em uma rede privada. A renda familiar per capita deve ser igual ou inferior ao valor de um salário mínimo e meio.

Um pouco mais sobre o vestibular

Somente a partir da data de 27 de novembro de 2017 é que os candidatos inscritos terão o acesso a todos os locais para a realização das provas. A previsão é de que essas sejam aplicadas em 10 de dezembro, no horário das 9h da manhã até às 13h da tarde.

A prova trata-se de um exame objetivo com um total de 50 questões sobre conhecimentos gerais. Além disso, ainda será realizada uma redação sobre um assunto específico.

Quem se inscrever para o curso de Música passará, ainda, por uma avaliação específica. A realização dessa ocorre em dois dias, sendo eles 13 e 20 de dezembro. Quanto aos resultados preliminares da etapa, esses serão divulgados em 14 e 21 seguintes.

Já os resultados finais são esperados para 18 e 26 de dezembro. Por fim, a publicação da primeira chamada do processo do Vestibular 2018 do IFPE será feita oficialmente em 28 de dezembro.

Quem quiser e precisar de mais informações, pode acessar o Manual do Candidato, em http://cvest.ifpe.edu.br/vestibular2018_1/arquivos/Manual_do_Candidato_2018_1_retificado_em_14_10_2017.pdf e o edital do certame, em http://cvest.ifpe.edu.br/vestibular2018_1/arquivos/Aviso_de_Edital_Vestibular_2018_1.pdf.

Um pouco sobre a IFPE

O Instituto Federal de Pernambuco une tradição e inovação. Uma instituição centenária, cujas origens se voltam ao ano de 1909, são atualmente um total de 16 campi distribuídos do sertão ao litoral de Pernambuco e mais uma ampla rede de 17 polos para a Educação a Distância (EaD).

Com uma proposta inédita de ensino que agrupa tudo num só lugar, são disponibilizados 54 cursos que atendem aproximadamente 17.500 estudantes em níveis diferentes de formação: nível médio, técnico, superior, especializações e mestrado.

Portanto, no decorrer de sua longa história, o IFPE está consolidado como um espaço de educação de qualidade, onde prevalece a educação que contribui com o desenvolvimento econômico e, principalmente, com a inclusão social. Para saber mais, basta acessar http://www.ifpe.edu.br.

Kellen Kunz


Inscrições podem ser realizadas entre os dias 5 e 25 de outubro de 2015.

Na manhã desta terça-feira, 29 de setembro, foram anunciados os detalhes em relação ao vestibular 2016 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco. As inscrições irão acontecer entre os dias 5 e 25 de outubro de 2015.

Ao todo, o IFPE disponibiliza 6.332 vagas que são distribuídas entre 45 cursos, sendo 35 cursos destinados ao ensino técnico e 10 cursos para o superior. A inscrição é feita por meio eletrônico cvest.ifpe.edu.br.

Para aqueles que estão interessados em participar do vestibular 2016 do IFPE, saibam que a inscrição rende uma taxa de R$ 25,00 (cursos técnicos) ou R$ 50,00 (cursos de nível superior). Os candidatos devem efetuar o pagamento da taxa através das agências do Banco do Brasil até a data limite, 26 de outubro. A boa notícia é que os candidatos podem solicitar a isenção da taxa. Tal benefício é concedido a candidatos que tenham curso o ensino médio em escola pública e que se enquadram no sistema de baixa renda.

Para que o candidato tenha sucesso na solicitação da isenção, o mesmo deve apresentar cópia da carteira de identidade, cópia do histórico escolar ou declaração escolar de que cursou o ensino médio em escola pública, comprovante de renda além de documentos que comprovem a situação de autônomo ou desempregado. O prazo máximo para solicitação da isenção é dia 08 de outubro de 2015.

A reitoria do IFPE destacou que 384 vagas serão oferecidas através do Sistema de Seleção Unificada. Além disso, o IFPE possui um sistema de cotas que reserva metade das vagas oferecidas para candidatos que tenham concluído o ensino médio em escolas públicas.

As provas do vestibular 2016 do IFPE já possuem data marcada: 29 de novembro de 2015. As provas referentes a cursos de nível técnico contam com 30 questões de múltipla escolha. Já as provas de nível superior dispõem de 50 questões também de múltipla escolha além da prova de redação.

Por Bruno Henrique





CONTINUE NAVEGANDO: