Governo pode proibir a criação de novos cursos de medicina por 5 anos.

O atual presidente da república, Michel Temer, vai embargar a abertura de novos cursos de medicina por um período de 5 anos.

É isso mesmo! Para que essa medida seja adotada basta apenas que o presidente assine um decreto autorizando essa ação proposta pelo Ministério da Educação . Desse modo, o documento já está pronto e aguardando pela sua assinatura.

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, o atual ministro da educação afirmou que o documento já está no interior do gabinete do presidente e, com isso, pode ser assinado a qualquer momento.

Segundo o ministro, a decisão de não criar outros cursos de medicina e assim contribuir para a ruína da educação tem motivos econômicos: isso mesmo! Não há condições financeiras de arcar com despesas para tornar os cursos de medicina como um curso de qualidade. Sendo assim, paralisar o desenvolvimento da Medicina no Brasil é um bem para a população brasileira em geral, pois dessa forma estão salvando inúmeras vidas ao evitar que elas possam ser atendidas por um médico com má formação superior e , assim, morram por pura negligência.

Essa decisão é um tanto contraditória, já que como todos sabem, o Brasil é um dos maiores importadores de profissionais médicos, especialmente de Cuba. Dessa modo, parece que o Brasil carece de mão-de-obra médica, principalmente para prestar serviços em hospitais públicos. Mas ao que parece, nem com esses fatos, que podem ser percebidos por qualquer um o governo, parece se importar tanto com a educação quanto com a saúde pública.

O importante é que a população não se deixe enganar com conversinhas desse tipo, já que todos sabem que no governo brasileiro o que não falta é dinheiro. Dinheiro para ser gasto com Copa do Mundo, Olimpíadas, superfaturamento, propina e tantos os outros tipos de corrupção que nós sabemos que existem com o dinheiro público.

Sendo assim, é a população que sai perdendo, pois se nos dias de hoje já há falta de profissionais atendendo nos hospitais públicos, pode imaginar nos próximos anos? O déficit será ainda maior, pois embora atualmente haja inúmeros médicos formandos-se, é preciso pensar que a população brasileira vai envelhecer e dessa forma, o número de profissionais disponíveis para o número de pacientes vai despencar.

Quanto a preparação nas universidades, isso não é verdadeiramente o problema, uma vez que todos já estão cansados de saber que a grande maioria das universidades federais funcionam de forma precária, isto é, tanto o ensino quanto as instituições são precárias. Mesmo assim, por ano, formam-se inúmeros profissionais de medicina, mas nos próximos anos esse número será constante e não vai suportar a demanda.

Essa medida só serve para comprovar o total descaso de nossos governantes com a educação e a saúde brasileira. Sabe-se que, no Sisu, o curso de Medicina é o mais procurado, ou seja, que carece de maior nota de corte. Sendo assim, com tantos candidatos dispostos a trabalhar e dedicar uma vida à medicina (como já dedicam estudando para a prova do ENEM, que já não é muito fácil), é justo negar a eles a oportunidade de transformar a saúde brasileira para melhor? Pois é isso que já está acontecendo.

E o resultado disso tudo é o agravamento de uma situação que, infelizmente, também já acontece com frequência no Brasil, isto é, inúmeras pessoas que morrem nas filas dos hospitais esperando por atendimento, esperando por consultas com especialistas pois não tem o dinheiro para pagar.

Mas se o governo federal quiser mudar esse cenário, quem sabe não seja necessário, antes, mudar uma série de condutas erradas na política brasileira?

Ana Paula Oliveira Coimbra


Seleção oferece 360 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 1º de novembro de 2017.

As faculdades do Brasil que ainda mantém os tradicionais vestibulares, existem alguns cursos que são recordes de inscrições e uma dessas graduações é a Medicina. Muitas pessoas possuem o desejo de se tornarem médicos, por inúmeros motivos, por isso elas desejam ingressar no curso. E mais uma oportunidade para quem deseja fazer o curso de Medicina foi anunciada, pois a Faculdade Anhembi Morumbi vai oferecer mais de 300 vagas para este curso no seu Vestibular de 2018.

Fundada nos anos 70, a Faculdade Anhembi Morumbi é um centro de formação superior privado localizado no estado de São Paulo. Considerada uma das melhores universidades privadas do país, a Anhembi Morumbi é uma das instituições de ensino que oferece as melhores condições de estudo para seus alunos. Atualmente, estudam na entidade cerca de 60.000 pessoas em seis campis espalhados pelo estado de São Paulo. Hoje a faculdade oferece cursos de graduação e pós-graduação, além de contar com mais de 3.000 pessoas em seu corpo docente. A Anhembi Morumbi conta com salas bem equipadas, laboratórios com equipamentos com tecnologia de ponta, biblioteca com milhares de títulos, além de muito mais. Todos os professores são nomes renomados em suas áreas de trabalho. Além de contar com funcionários prontos para atender da melhor forma possível os alunos.

A Anhembi Morumbi se tornou uma faculdade conceituada no curso de Medicina. Todos os anos, o número de pessoas que desejam cursar essa graduação na entidade aumenta. Para o Vestibular de 2018 vão ser oferecidas cerca de 360 vagas. As inscrições devem ser feitas através do site da Fundação Vunesp, através do seguinte endereço: https://www.vunesp.com.br/. Até o dia 01º de novembro de 2017, a taxa de inscrição para a matrícula é de R$ 402,00 reais. Lembrando que a inscrição deverá ser feita somente via internet. As oportunidades estão divididas da seguinte forma:

– 185 vagas para o Campus de São Paulo Capital.

– 100 vagas para o Campus de São José dos Campos.

– 75 vagas para o Campus de Piracicaba.

As aulas serão oferecidas a partir dos primeiros meses de 2018, além de começarem pela manhã e irem até à tarde. O processo seletivo vai contar com duas provas, sendo uma objetiva, com questões de múltipla e escola e outra dissertativa. Além de uma redação. A prova objetiva vai contar com:

– 40 perguntas de múltipla escolha (A, B, C, D, E) sobre os seguintes conteúdos: Física, História, Matemática, Língua Inglesa, Geografia e Língua Portuguesa. Essa prova é de caráter elevatório.

Já a prova dissertava vai contar com:

– Oito perguntas dissertativas, ou seja, resposta em forma de texto. Sobre os seguintes conteúdos: quatro de Biologia e quatro de Química. Essa prova também é de caráter eliminatório.

A redação será de um tema proposto pela banca, também de caráter eliminatório. A prova, que vai ter duração de cinco horas, vai acontecer no dia 09 de dezembro de 2017, no horário das 14:00 horas às 19:00 horas. Os locais serão confirmados no dia 01º de dezembro de 2017. O gabarito oficial das provas vai ser divulgado no dia 11 de dezembro, à partir das 10:00 hora,s no site da Fundação Vunesp. que é o https://www.vunesp.com.br/.

O resultado vai ser divulgado no dia 03 de janeiro de 2018, à partir das 10:00 horas, através do Portal da Faculdade Anhembi Morumbi, que é o http://portal.anhembi.br/.

As matriculas vão acontecer nos dias 04, 05 e 06 de janeiro de 2018. E elas precisam ser feitas de forma presencial em um dos seguintes lugares:

– Cidade de Piracicaba. Local e horário ainda não foram informados.

– Campus São José dos Campos. Que fica na Av. Deputado Benedito Matarazzo, número 7.001, bairro Serimbura, São José dos Campos – São Paulo. Horário ainda não divulgado.

– Campus Centro Mooca da Universidade Anhembi Morumbi. Que fica na Rua Dr. Almeida Lima, número 1.134, bairro Mooca, São Paulo – São Paulo, no horário das 9:00 horas às 21:30 horas; e no dia 06, das 9:00 horas às 13:00 horas.

Lembrando que para a inscrição os candidatos precisam estar com os seguintes documentos em mãos: certificado de término do ensino médio; histórico escolar; cópia do RG; cópia do CPF; comprovante do boleto de matrícula e duas vias do requerimento de matrícula.

Isabela Castro.


Inscrições para o Vestibular de Medicina 2018 da Unicid vão até o dia 22 de setembro de 2017.

A Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) está com processo seletivo aberto para 2018 para quem deseja ingressar no curso de medicina, desde segunda-feira, 31 de julho. O prazo para inscrição segue até o dia 22 de setembro, às 21h.

No ato da inscrição o candidato deve informar em qual cidade prefere para realizar a prova, além de indicar sua situação (treineiro ou habilitado). A taxa de inscrição é no valor de R$ 470, porém, o vestibulando que se inscrever até 30 de agosto paga somente R$ 440.

O vestibular

As provas serão realizadas nos dois turnos, manhã e tarde, no dia 22 de outubro, das 8H às 12H e das 14H às 17H. No turno da manhã os alunos deverão responder 20 questões discursivas sobre as provas de Química e Biologia. Além de elaborar uma Redação.

No turno da tarde enfrentarão 60 questões objetivas de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Física e Inglês.

Resultados e Vagas

São 176 vagas oferecidas para o período integral, com ministração do curso na rua Cesário Galeno, Nº 475/472, no bairro do Tatuapé, São Paulo. A duração do mesmo é de 12 semestres.

O resultado da prova estará disponível no dia 17 de novembro e alunos aprovados poderão fazer a matrícula nos dias 21 e 22. Candidatos que ficaram excedentes ainda têm chance, pois haverá uma segunda convocação no dia 24.

A Unicid

A Universidade Cidade de São Paulo tem uma história de crescimento, conquistas e sucesso em seu vasto currículo. A instituição tornou-se modelo no cenário nacional com o compromisso de inovar na educação.

A fundação foi criada em 1972 por um grupo de educadores, tendo a frente o professor Ramo Rinaldi. A instituição foi a primeira a introduzir o ensino superior no bairro do Tatuapé. Foi reconhecida como universidade em 1992, passando a chamar-se Universidade Cidade de São Paulo – UNICID.

A Direção

A Unicid tem uma reitoria formada por profissionais graduados e comprometidos com a boa qualidade do ensino. Os docentes são experientes em administração universitária, além de contribuir para o sucesso da instituição, ajudam no crescimento do aluno.

  • Reitor: Prof. Dr. Luiz Henrique Amaral
  • Pró-Reitora de Graduação: Profa. Dra. Amélia Maria Jarmendia Soares
  • Pró-Reitor de Educação à Distância: Prof. Dr. Carlos Fernando de Araujo Jr.

Qualidade e Referência

A Universidade Cidade de São Paulo – UNICID, um dos maiores grupos educacionais do país, é a primeira instituição particular detentora deste selo.

Pioneirismo e tradição no ensino superior particular, além de ser a primeira universidade a oferecer o curso de Fisioterapia, em 1984, está entre os melhores do país.

A entidade possui 30 estrelas e recentemente 9 de seus cursos figuram no Guia do Estudante 2015.

O MEC e Enade apontam como excelentes indicadores acadêmicos e seus cursos de Medicina e Biomedicina ganharam a maior nota do MEC.

Núcleo de Acessibilidade

O Núcleo de Acessibilidade, NAce, foi criado com o propósito de possibilitar um maior acesso à Universidade, assim todos os alunos poderão participar plenamente do ambiente acadêmico.

Criado pelas Pro-Reitorias de Graduação e Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, tem o intuito de construir um ambiente inclusivo com a participação de todos.

O NAce oferece cursos como:

– Suporte aos professores

– Capacitação do corpo técnico e administrativo (no atendimento a pessoas especiais)

– Incentivo à pesquisas e projetos

– Alunos com dificuldades de aprendizagem recebem atendimento psicopedagógico.

A Unicid ainda oferece: graduação presencial, educação à distância, cursos técnicos, financiamentos, convênios e bolsas de estudos, além do tradicional vestibular, com prova agendada e inscrição para o Enem.

Por Ruth Galvão


Estudantes interessados podem se inscrever até o dia 1º de junho.

Quem pretende prestar o Vestibular para Medicina ainda no ano de 2017 já pode se preparar. Isso porque a Faculdade de Ciências Médicas localizada em São José dos Campos, a Humanitas, está com uma grande oportunidade para quem quer começar a estudar na área ainda esse ano.

Trata-se do Vestibular de Medicina 2017/2 da instituição, que abriu as suas inscrições ainda na manhã da última terça-feira, dia 16 de maio. No total serão 120 oportunidades para o curso, com aulas ministradas em São José dos Campos, em São Paulo.

Quem quiser se inscrever tem até o prazo final de 1º de junho para fazê-lo pelo site da organizadora, a Fundação Vunesp, no endereço eletrônico https://www.vunesp.com.br/. Para efetivar a participação, é preciso realizar o pagamento de uma taxa correspondente ao vestibular, no valor de R$ 250.

Sobre o Vestibular de Medicina da Humanitas

Sem divulgação oficial ainda sobre os locais da prova, sendo que essa ocorrerá em 8 de junho, sabe-se que o Vestibular de Medicina da Humanitas ocorrerá nas cidade de São José dos Campos e São Paulo. A data de realização desse será no dia 11 de junho de 2017.

O início das provas objetivas será às 14h. No total, serão 60 questões de caráter objetivo sobre os seguintes temas: Matemática, Português, Geografia, História, Química, Física, Inglês e Biologia. Além dessa, o candidato ainda precisará fazer uma redação sobre um tema específico.

O resultado será divulgado na data de 20 de junho, no horário a partir das 15h. Quem for selecionado poderá realizar a sua matrícula nos dias 21 e 23 de junho.

Haverá uma segunda chamada no Vestibular, que está prevista para ocorrer no dia 26 de junho, no horário a partir das 11h. Desta convocação, as matrículas acontecerão em 28 e 29 seguintes.

A Faculdade Humanitas é a segunda instituição de São José dos Campos que oferecerá o curso na cidade. Além disso, é importante ressaltar que essa é a primeira vez que a instituição realiza o vestibular de Medicina.

Portanto, essa é a sua grande oportunidade de estudar ainda esse ano. Corre que ainda dá tempo de fazer a sua inscrição e escrever uma história de sucesso na área.

Kellen Kunz


Confira aqui a lista com os cursos de medicia mais baratos do Brasil.

O curso faz parte do sonho de muitas pessoas. No entanto, são poucas as faculdades que oferecem a graduação com um preço mais acessível.

Cursar Medicina faz parte do sonho de muitos estudantes brasileiros. No entanto, poucos são os que realmente conseguem entrar na Universidade e bancar o curso. Isso porque a graduação é muito cara.

A média de investimento mensal na maioria das faculdades é de R$ 4.700. Isso se deve ao custo que as Universidades têm para manter o curso funcionando, como investimento em laboratórios, professores e materiais para estudos. Entretanto, há faculdades no Brasil com valores mais em conta, e é isso que vamos mostrar a seguir.

A Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, localizada em Salvador (Bahia), é uma das mais baratas. O investimento mensal é de R$ 3.300. Já na faixa dos R$ 4 mil está a Faculdade de Medicina do ABC Paulista, de Santo André. Em seguida vem a Faculdade Presidente Antônio Carlos, de Porto Nacional (Tocantins), com valor de R$ 5 mil. Acima desta mensalidade está o Centro Universitário de João Pessoa, em João Pessoa, na Paraíba, com mensalidade de R$ 5.700.

Além das faculdades com valores mais acessíveis, os estudantes de baixa renda contam com programas do Governo Federal que ajudam a conquistar o sonho de ser médico. Tratam-se de programas como FIES e ProUni.

O Financiamento Estudantil (FIES) é um financiamento que o aluno tem direito a uma quantia por mês para pagar a faculdade. A vantagem é que o investimento passa a ser cobrado ao estudante após um ano e meio que ele tiver concluído a graduação. A outra vantagem é que o FIES possui juros muito baixos, o que dá para o estudante se programar para começar a quitar sua dívida.

Além do Financiamento Estudantil, há o Programa Universidade para Todos (ProUni). Ele é a oportunidade de quem tem poucas condições financeiras para ingressar nas faculdades particulares. O programa oferece bolsas integrais (100%) para candidatos com renda familiar bruta de até um salário mínimo por pessoa e parciais, com 50% de desconto, para quem tem renda bruta mensal de até três salários mínimos.

Para quem pensa em entrar na faculdade de medicina com esses dois programas, é preciso estar atento, pois os processos seletivos para os dois programas acontecem geralmente em janeiro e agora no meio do ano, em junho.

Por Serrana Filetti


O prazo para se inscrever vai até dia 23 de setembro e a taxa custa R$ 440, porém, candidatos que se inscreverem até o último dia de agosto têm direito a desconto.

A Universidade Cidade de São Paulo abriu nesta segunda-feira (1) um processo seletivo para o vestibular de Medicina 2017/1. O candidato tem até às 21h do dia 23 de setembro para fazer a inscrição que somente será aceita pela internet, através do site www.vunesp.com.br ou pelos Links da Vunesp no site www.unicid.edu.com.br.

O valor da taxa para se inscrever é de R$ 440, mas quem se inscrever no prazo de 31 de agosto terá direito a desconto, e pagará somente R$ 418, podendo ser efetuada em qualquer agência bancária. Na hora de se inscrever o candidato deverá informar a cidade onde deseja realizar as provas (São Paulo, Itu ou Brasília) e situação (Treineiro ou Habilitado).

O curso vai oferecer 130 vagas em período integral para graduação em Medicina e deve ter duração de 12 semestres. Para se candidatar ao Processo Seletivo é preciso ter Ensino Médio completo ou que vão concluir até a data das provas.

A realização das provas do processo seletivo deve acontecer no dia 23 de outubro, no período da manhã e tarde. De 8h às 12h, com duração de quatro horas, o candidato terá que responder 20 questões de discursivas de Química e Biologia, em seguida fará a Redação. Já na parte da tarde das 14h às 17h e com duração de três horas, enfrentarão 60 questões objetivas de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Inglês e Física.

A lista da primeira chamada está prevista para sair dia 18 de novembro, as matrículas poderão ser feitas nos dias 21 e 22 e a partir do dia 23 haverá uma nova convocação com registro acadêmico para os dois dias seguintes.

Os candidatos convocados deverão apresentar documentação exigida, caso não aconteça a matrícula nas datas previstas no edital o aluno será considerado desistente. A Unicid pertence ao ProUni – Universidade para Todos, criado para facilitar o acesso do aluno de baixa renda em cursos de graduação. A bolsa pode chegar até 100% em seu valor.

Por Ruth Galvão


Cancelamento se deve às investigações sobre a tentativa de fraude no processo seletivo.

Foi suspenso o vestibular de Medicina 2016/2 da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). Conforme nota divulgada nas redes sociais pelo Sindicato dos Médicos de Goiás (Simego), a Universidade justificou o fato do cancelamento devido às constantes investigações sobre a tentativa de fraude no processo de seleção que ocorreu em 7 de novembro de 2015, sendo que a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) ainda estão apurando o caso.

Em comunicado oficial, a PUC lamenta o ocorrido:

“A Pontifícia Universidade Católica de Goiás comunica que não oferecerá vagas para o curso de graduação em Medicina no vestibular que acontecerá no dia 25 de junho de 2016.

A PUC Goiás decidiu, no exercício da autonomia que lhe confere a legislação, suspender temporariamente a oferta de vagas no curso, em decorrência da situação das investigações da tentativa de fraude praticada por uma associação criminosa, no processo seletivo do dia 7 de novembro de 2015. Detectada e denunciada pela própria Universidade ao Ministério Público Federal, a tentativa de fraude motivou a abertura de inquérito na Polícia Federal, ainda inconcluso. A Universidade, por sua vez, instaurou imediatamente o processo administrativo disciplinar, previsto em seu Regimento, para apurar a participação e a responsabilidade de alguns estudantes. Porém, o processo administrativo depende da conclusão da investigação conduzida pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal.

A impossibilidade de apurar as responsabilidades da tentativa de fraude antes da realização deste vestibular e a firme determinação da PUC Goiás de não relativizar e nem banalizar o ocorrido levaram sua Administração Superior e seu Órgão Colegiado competente a decidirem pela suspensão do vestibular para Medicina.

Esta medida tem por objetivo aguardar a conclusão do inquérito policial e salvaguardar a missão institucional de formar profissionais éticos e comprometidos com o bem-estar integral das pessoas e das comunidades, especialmente as mais necessitadas.

Aos que pretendiam inscrever-se no vestibular para Medicina, a PUC Goiás agradece pela compreensão, garantindo que a medida tomada permitirá que seu curso de Medicina continue merecendo a confiança dos candidatos, de suas famílias e da sociedade”.

Sendo assim, o caso foi deliberado pela administração e pelo órgão responsável, suspendendo a prova até que o inquérito seja resolvido.

Kellen Kunz


A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul está oferecendo um novo curso no Campus de Campo Grande. O mais novo curso dessa unidade da UFMS é Medicina. Ao todo, a instituição disponibiliza 48 vagas para lotação na primeira turma.

O curso que foi aguardado por jovens de todo o estado, possui uma duração de seis anos dividido em 12 períodos.  

Uma das principais novidades da UFMS para a seleção pelo Sistema Sisu neste ano, foi o oferecimento de vagas para o novo curso do Campus de Campo Grande. Do total de vagas oferecidas pela instituição para o curso de Medicina, 15 são destinadas ao ingresso pelo sistema de cotas. Do total de vagas reservadas para cotas, 10 são para candidatos autodeclarados negros e 5 são para indígenas. As 33 vagas restantes são para amplia concorrência.  

O novo curso implantado na única de Campo Grande visa à formação médica no sentido prático-teórica, para que os jovens realizam a graduação tendo vivência nos mais diversos cenários e através de diferentes práticas. A intenção fundamental deste curso, é que o estudante consiga deixar de ser individualista e adquira uma postura empática, entendendo de forma abrangente o processo saúde- doença como a integração entre vários fatores.  

O estágio deste curso deverá possuir uma carga horária mínima de 3.520 horas. Este período dedicado ao estágio corresponderá a 35% da carga horária total do curso. O período de estágio acontecerá do nono ao décimo segundo semestre.  

Quem quiser concorrer a uma das vagas de Medicina oferecidas nesse Campus precisará ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio em 2014 e também não ter tirado zero na prova de redação. As inscrições ficarão abertas até o dia 22 de janeiro.

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 26 de janeiro. O estudante que não conseguir ingressar poderá participar da lista de espera.  

Se desejar obter mais informações sobre o processo seletivo realizado pelo Sistema Sisu, acesse o endereço do Programa.  

Por Melina Menezes


A Oftalmologia está bem presente na vida de todas as pessoas que se preocupam com a sua saúde, e é uma das áreas da saúde mais presente no cotidiano das pessoas. Quem nunca se consultou com um médico oftalmológico?

O Profissional de Oftalmologia é o médico que trata de todas as informações do sistema visual e atua no diagnóstico e tratamento de doenças e todos os tipos de erros de retração ocular. 

Se você tem algum interesse em ingressar na área é importante ressaltar algumas características necessárias que o profissional Médico Oftalmológico precisa ter: é importante ter simpatia com a medicina, aliado a capacidades de observação, organização, responsabilidade, proatividade, sensibilidade, paciência e autocontrole.

Para se tornar um Médico Oftalmológico é obrigatório obter um diploma de curso superior em Medicina que tem a duração de aproximadamente seis anos, e logo depois de se graduar na área é preciso que se faça uma especialização na área de Oftalmologia. O profissional de medicina tem que estar em constante aprendizado mesmo depois de formado, e se atualizar constantemente através de cursos, assim ele estará sempre ciente de novas técnicas e métodos de tratamentos.

Mas às vezes você pode estar se perguntando, o que um Médico Oftalmológico realmente faz no seu dia a dia? Bom, o médico realiza consultas que muitas vezes envolve perguntar sobre histórico familiar de doenças no olho, acompanha desenvolvimentos de tratamentos, realiza exames oftalmológicos para a indicação do uso de óculos ou lentes, prescreve tratamentos e mais uma infinidade de ações do dia a dia.

O mercado de trabalho sempre está aberto para a área, tanto a rede pública quanto a particular demandam muito desses profissionais, a dica principal para permanecer no mercado é estar em constante atualização, pois a medicina não para.

Dentro da área oftalmológica há ainda várias áreas para especializações, como plásticas oculares, doenças orbitárias, estrabismo, glaucoma, catarata, retina, cirurgia refrativa, oftalmoacupuntura. É indicado que se pesquise bem antes de se decidir em qual carreira ingressar, mas inegavelmente a área oftalmológica é uma boa. 

Por Paulo Victor Bragança





CONTINUE NAVEGANDO: