Inscrições podem ser feitas até o dia 28 de março de 2017.

Para as pessoas que sonham em entrar para a universidade, pois ainda não tiveram a chance ou condição financeira para manter os estudos, temos a boa nova que pode ser a grande chance de ter um diploma. A Universidade do Estado do Pará (UEPA) abriu nessa quarta-feira (15) as inscrições para seu novo processo seletivo específico (Prosel) para seus cursos de comércio exterior e relações internacionais.

As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de março e o valor da taxa é de R$ 60,00. Para os candidatos de baixa renda e que possuem direito a isenção da taxa, além de portadores de deficiência física, a gratuidade só será concedida se for solicitada até o dia 17 de março, impreterivelmente. O resultado, ainda de forma provisória, será divulgado no dia 22 de março e o recebimento dos recursos será dado nos dias 23 e 24.

O resultado final da solicitação será divulgado somente no dia 27 de março, pois haverá toda uma análise dos dados pessoais e familiares do candidatos antes da concessão da isenção.

Os locais de realização das provas serão divulgados em 12 de abril. A data e horário das provas serão no dia 30 de abril, pontualmente às 8 horas da manhã. A seleção será composta de 20 questões de múltipla escolha de conhecimentos gerais, 25 questões abertas sobre conhecimentos específicos e a famosa redação.

A data do resultado do vestibular ainda não foi revelada pela universidade e serão 44 vagas para o curso de comércio exterior e 44 para o curso de relações internacionais. Das 88 vagas oferecidas no total pela UEPA, 40 são destinadas a estudantes em geral e 48 vagas são para servidores públicos do estado do Pará que ainda não possuem diploma de curso superior e as vagas terão divisão igualitária entre ambos os cursos.

Mais informações sobre o vestibular podem ser vistas no link http://www.uepa.br/pt-br/editais.

Não desperdice a chance de ser mais valorizado profissionalmente e faça já a inscrição na UEPA, pois pode ser a oportunidade do tão sonhado emprego em alguma grande empresa ou órgão público, no futuro. Boa sorte a todos os candidatos.

Rodrigo Souza de Jesus


Confira aqui a lista de aprovados em primeira chamada no Vestibular da UFPA 2016.

A UFPA (Universidade Federal do Pará) publicou na manhã do dia 22 de janeiro, a lista dos estudantes que foram aprovados no vestibular 2016. O documento foi fixado nos murais no campus da universidade em Guamá, na cidade de Belém, e até lido pelas rádios.

Para acessar a lista dos aprovados entre neste link.

Por meio de entrevista coletiva, a universidade inteirou que 60% do total das vagas se destinaram aos cotistas e que a nota média da redação melhorou no ano de 2016. Dos estudantes que moram em outros Estados, foram aprovados 79, boa parte deles foram atraídos por novos cursos, como Engenharia de Bioprocessos, por exemplo. O único curso que não preencheu todas as vagas disponíveis foi Teatro.

Segundo Lúcia Harada, representante da reitoria, a Universidade fica satisfeita com a procura por seus cursos, pois tem trabalhado para melhorar a educação na região norte.

Ao todo, a Universidade Federal do Pará ofertou 6.905 vagas, as quais estão distribuídas em 171 cursos de nível superior, dispostas em 20 cidades no estado do Pará. Deste valor total, 1.255 foram oferecidas através do Sisu, o Sistema de Seleção Unificada, o qual é organizado pelo MEC, Ministério da Educação, as outras 5.650 foram disponibilizadas por intermédio do edital OS 2016, cujo resultado já foi divulgado e está disponível no link apresentado acima.

Para este edital a instituição obteve 110.634 inscrições, onde 80.883 (representando 73,10%) concorreram através do Sistema de Cotas, já 29.193 dos inscritos, ou seja, 26,90% do total, concorreram por intermédio da  Demanda Aberta e 558 concorreram as vagas para Pessoas com Deficiência.

Os três primeiros colocados prestaram vestibular para o curso de Medicina, no município de Belém. Na primeira posição ficou a estudante Mayumi Aragão Fujishima, com uma pontuação de 919.45, em segundo lugar ficou Felipe dos Santos Rodrigues, com um total de 911.17. Já o terceiro colocado, que obteve 894,01 pontos, foi Bruno Lopes Pinho.

Nádia Neves


Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Especial 2015 da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). O processo é destinado à seleção diferenciada de indígenas e quilombolas para o preenchimento de vagas em diferentes cursos de graduação. Ao todo são oferecidas 65 vagas para candidatos indígenas e 65 para quilombolas, sendo que as inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 23h59 do dia 20 de janeiro de 2015, no site www.ufopa.edu.br/pse2015/public.

Vale lembrar que é necessário homologar a inscrição, assim o candidato deverá entregar sua documentação pessoal em um dos campus da Ufopa, até a data de 20 de janeiro de 2015. Além da documentação é necessário levar a declaração de autorreconhecimento e a declaração de pertencimento, que deve ser assinada pela autoridade indígena ou quilombola, de acordo com o caso.

A Ufopa afirmou que a divulgação das inscrições homologadas acontecerá a partir dia 23 de janeiro de 2015 e o Cartão de Confirmação de Inscrição será disponibilizado no endereço eletrônico do PSE 2015, a partir do dia 24 de janeiro de 2015, sendo necessária a sua impressão por parte do candidato.

É importante lembrar que quem já tem nível superior ou que está vinculado ao Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (Parfor) não poderão se candidatar às vagas destinadas ao PSE.

O Processo Seletivo Especial Indígena (PSEI) será composto de duas fases de caráter classificatório e eliminatório. A primeira será composta de prova de leitura e de interpretação de textos a ser realizada no dia 31 de janeiro de 2015, das 8h às 12h, nas cidades de Jacareacanga, Oriximiná e Santarém. A segunda fase será composta de entrevista e análise do histórico escolar do Ensino Médio dos candidatos selecionados na primeira fase.

Já o Processo Seletivo Especial Quilombola (PSEQ) também será realizado no dia 31 de janeiro nas mesmas cidades. A seleção será composta de prova de leitura e interpretação de textos, contendo cinco questões sobre temas atuais da problemática regional. A divulgação do resultado acontecerá no dia 24 de fevereiro de 2015 no site da Ufopa. 

Por Ana Rosa Martins Rocha


Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Regular de 2015 da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). O prazo termina às 23h59 de 18 de janeiro de 2015 e as inscrições podem ser feitas de forma gratuita no endereço eletrônico da Ufopa (www.ufopa.edu.br). A instituição oferece 1.191 vagas em seus 24 cursos de graduação, podendo participar estudantes que concluíram o Ensino Médio ou equivalente.

Para o ano de 2015, são ofertadas 1.106 vagas para o campus de Santarém e 45 vagas para Oriximiná. Elas são voltadas para o Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Biológicas e Conservação; e 40 para Óbios, as quais são destinadas para o curso de Pedagogia. Das vagas oferecidas, 600 serão destinadas para os candidatos que se enquadrarem no sistema de ingresso por cotas sociais e 591 para ampla concorrência.

A inscrição é feita em duas etapas, começando pelo cadastro no endereço eletrônico da Ufopa, seguida do preenchimento do formulário eletrônico de solicitação de inscrição. Ao responder ao questionário disponível, o candidato deverá indicar a opção de curso que pretende fazer (obrigatório) e a segunda opção de curso, contudo deve estar vinculada ao mesmo instituto da primeira opção.

As inscrições somente serão homologadas após a confirmação, pelo Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, de que o candidato se inscreveu no Enem 2013 ou 2014. Vale ressaltar que o edital prevê que os candidatos sejam eliminados se: obtiverem nota inferior a 500 na redação, em uma escala de 0 a 1000; ou nota inferior a 400 em uma ou mais áreas, levando em consideração a escala de 0 a 1000.

Os selecionados serão classificados conforme a opção de curso, considerando a ordem decrescente geral de classificação, até que sejam preenchidas as vagas fixadas pela Ufopa. A prioridade é para os inscritos em primeira, sendo que o candidato só concorrerá ao curso de sua segunda opção caso as vagas para esse curso não tenham sido preenchidas por aqueles estudantes que escolheram esse mesmo curso como primeira opção. 

Por Robson Quirino de Moraes





CONTINUE NAVEGANDO: