O curso de nível superior em Administração é atualmente a graduação mais oferecida no Brasil. Para se ter ideia dessa amplitude, são cerca de 1.822 instituições que trabalham essa área de conhecimento.

Outro detalhe que também chama a atenção é que, em termos de matrículas, ele também é campeão. Em média são 800.000 por ano. Esses números apresentados pela Administração podem ser justificados pelo fato de que o curso é bastante generalista e, claro que, junto a isso, há o fato de que o profissional formado nessa área de conhecimento é um dos mais requisitados no mercado. Fato que independe do segmento ou do tamanho da empresa.

A cada ano o curso de bacharelado em Administração é o que mais forma profissionais. A área é muito concorrida e um dos principais motivos para isso é o fato de que o mercado para o profissional em administração também está crescendo junto com outros setores do mercado.

O Administrador passa a ser uma peça fundamental em diversas áreas. No caso das grandes corporações, esse profissional encontra mais chances nas áreas de recursos humanos, gestão financeira e planejamento estratégico, dentre outras.

Entre outras possibilidades que envolvem esse profissional está o fato de que o mesmo pode atuar como empreendedor ou ainda prestar serviços de auditoria e consultoria para diversas empresas.

Apesar de haver uma grande oferta de oportunidades de emprego para a profissão em todo o país, as regiões sul e sudeste são as que mais vagas oferecem.

É bom destacar o fato de que muitos dos profissionais formados em administração acabam participando de algum programa de trainee sendo efetivado ao final do mesmo.

De acordo com informações do Conselho Federal de Administração, o salário inicial para a carreira é de, em média, R$ 2.100,00.

Confira algumas áreas onde o administrador pode trabalhar: Administração de Empresas, Administração Esportiva, Administração Hospitalar, Administração Hoteleira, Administração Financeira, Administração Pública e etc.

Como é possível perceber, são diversos os âmbitos de atuação o que dá ao profissional o privilégio de poder “escolher” aquela área que mais lhe agrada.

Por Denisson A. Soares





CONTINUE NAVEGANDO: