Confira aqui algumas dicas para ir bem na prova do Enem 2016.

Em outubro será realizada mais uma edição do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). Assim como em anos anteriores, o número de inscritos para a prova foi alta, atingindo neste ano de 2016 a marca de 8,6 milhões de inscritos. Com isso, a concorrência para o ingresso em universidades, a partir dos programas que selecionam estudantes (como o Sisu, Prouni e Fies), deve ser novamente muito concorrido. A partir da enorme procura, cabe a todos que irão realizar o exame uma rotina de estudos, além  de planejamento, para obter bons resultados.

Com isso, o estudante deve ter certos cuidados, que podem lhe ajudar na realização do Exame:

O estudante que deseja obter bons resultados deve ser, acima de tudo, disciplinado. A disciplina é elemento fundamental  para se ter um planejamento no decorrer dos estudos. Planejamento está diretamente relacionado à organização.

Cabe ao estudante, ao decorrer dos estudos, organização, desde as disciplinas a serem estudadas à até mesmo ao controle do tempo. Saber controlar-se quanto ao tempo é fundamental, já que o exame é extenso, contendo em muitas questões textos enormes…sem contar que o participante terá poucas horas para desenvolver a prova.

A partir do ENEM, é possível concorrer a vagas em Universidades Públicas, a partir do Sisu (Sistema de Seleção Unificada). Trata-se de uma ferramenta gerenciada e administrada pelo Ministério da Educação, onde os participantes do ENEM escolhem os cursos que desejam estudar em instituições públicas. O MEC estabelece uma nota de corte e os candidatos melhores avaliados no exame são convocados para as vagas.

Já o ProUni (Programa Universidade Para Todos), também do Governo Federal, utiliza as notas do ENEM para contemplar estudantes com bolsas de estudos em Instituições de Ensino Superior particulares. A concessão da bolsa se dá em diferentes modalidades: Antes de mais nada, o candidato precisa comprovar que não possui renda mínima necessária para bancar o curso no qual escolheu. Sendo assim, a Instituição credenciada oferece bolsas de 50% a 100% a uma pequena cota de estudantes.

Diante da grande procura, cabe ao participante muitos cuidados e bastante preparo, para realizar uma boa prova e conquistar seu principal objeto: ingressar em um curso de ensino superior.  O futuro está logo ali.

Renan Pereira


Exame já registrou mais de 600 mil inscritos nos primeiros dias de inscrição.

De acordo com informações do MEC (Ministério da Educação e Cultura), até às vinte horas de segunda-feira (09) mais de 600 mil pessoas já haviam feito inscrição para o Enem desse ano.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio podem ser feitas através do site (http://enem.inep.gov.br) e encerram no dia 20 de maio, às 23h59. É preciso ficar atento e estar com a documentação correta em mãos, como: RG e CPF (pessoas menores de idade devem providenciar os documentos para não perder as provas).

Outras informações que deverão ser passadas pelo candidato são: Número de celular, um email válido, município de sua preferência para realizar as provas e a opção de uma língua estrangeira.

Muitas pessoas usaram as redes sociais para reclamar da lentidão do site do Inep na hora de fazer as inscrições. Também houve reclamações sobre um aviso que foi passado por engano, a respeito de “faltas” no Enem do ano anterior.

O Enem possibilita ao candidato de baixa renda ou desempregado a isenção de taxa, mas vale lembrar que quem conseguiu ser isento o ano passado e faltou às provas esse ano não terá direito de fazer novo pedido.

Segundo usuários do site do Inep, um dos grandes transtornos do dia, além da demora para conseguir concluir a inscrição, foi um erro que o site apontava, informando que alguns alunos que fizeram a prova agora apareciam como faltosos.

Também houve várias reclamações dos candidatos sobre o valor da taxa de inscrição para realizar as provas do Enem. Quem estiver concluindo o ensino médio esse ano e for aluno da rede pública terá sua isenção garantida, já os alunos oriundos da rede particular terão de pagar a taxa de R$ 68, antes custava R$ 63.

As provas deverão ser realizadas nos dias 5 e 6 de novembro (sábado e domingo).

– Sábado (05)

Os alunos farão as provas dentro de 4 horas e 30 minutos (Ciências Humanas e Ciências da Natureza).

– Domingo (06)

Serão 5 horas e 30 minutos para responder as questões de (Linguagem de Códigos e suas tecnologias, Matemática e Redação).

Os portões vão abrir rigorosamente às 12h e fecharão às 13h, com início das provas às 13h30 (horário de Brasilia). O candidato poderá conferir o gabarito oficial pelo site do Inep, até o dia 09. Os resultados das provas não tem data de divulgação.

Por Ruth Galvão





CONTINUE NAVEGANDO: