Inscrições seguem abertas até o dia 18 de junho. Resultado da 1ª chamada será divulgado no dia 22 de junho e da 2ª, no dia 6 de julho.

Estudantes de todo o país já podem se inscrever na segunda edição de 2015 do Programa Universidade para Todos (ProUni). Quem quiser se candidatar a uma das vagas tem até às 23h59 de quinta-feira (18/06), horário de Brasília, para se inscrever, por meio do site siteprouni.mec.gov.br.

O ProUni é um programa organizado pelo Ministério da Educação e tem oi objetivo de oferecer bolsas de estudos integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior, em cursos de graduação e sequenciais.

O programa oferece uma oportunidade no ensino superior para jovens que não tem a possibilidade de custear as despesas de mensalidade da faculdade e nesta edição oferece 116.004 bolsas em um total de 856 instituições de ensino superior das cinco regiões do Brasil. Este número de bolsas representa um crescimento de 0,78% em relação à segunda edição que aconteceu em 2014. Na ocasião, foram ofertadas 115.101 bolsas, entretanto o número de instituições que adotaram o programa diminuiu. No segundo semestre do o total de instituições foi de 943.

Esta edição também conta com menos bolsas integrais. Neste ano, 68.971 serão ofertadas aos estudantes, ante a 73.601 do ano passado. Em contrapartida as bolsas parciais tiveram um aumento de 41.500, no ano passado, para 47.033 em 2015.

Os estudantes interessados em participar da segunda edição de 2015, devem ter (obrigatoriamente) participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014, com nota média mínima de 450 pontos. Além disso, o estudante não pode ter zerado a prova de redação. Podem concorrer estudantes que concluíram o ensino médio na rede pública ou os que estudaram na rede particular na condição de bolsista integral.

O resultado da primeira chamada sairá no dia 22 de junho. Os candidatos selecionados deverão comprovar as informações até o dia 29 e a segunda chamada será divulgada no dia 6 de julho. Todos os alunos deverão comparecer as instituições até a data de 10 de julho.

Por Ana Rosa Martins Rocha





CONTINUE NAVEGANDO: