Vestibular Unicamp 2019 – Datas e Cronograma




O cronograma do vestibular 2019 da Unicamp foi divulgado. Confira as informações.

Foi confirmado na última sexta-feira, dia 27 de abril, o período completo das inscrições e das datas de provas do vestibular 2019 da Unicamp. Com primeira fase do processo marcada para o dia 18 de novembro e segunda etapa para o período entre 13 e 15 de janeiro, serão aceitas as inscrições do dia 1º até o dia 31 de agosto, através de um formulário pela internet no endereço https://www.comvest.unicamp.br.

No total serão oferecidas 3,3 mil oportunidades pela universidade, sendo essas distribuídas em 70 cursos de graduação. As vagas são para os campi de Limeira, Piracicaba e Campinas, todas no Estado de São Paulo.


O valor que será cobrado para a taxa do vestibular ainda será divulgado futuramente no edital, com previsão de ser publicado em 7 de junho, conforme as informações da comissão que é responsável pela organização de todo o processo seletivo, a Comvest. E vale lembrar que nesta edição a Unicamp irá programar algumas mudanças, incluindo as cotas étnico-raciais e outras que buscam a inclusão social, como o vestibular indígena e as vagas por Enem.

Ficou curioso e quer mais detalhes sobre o vestibular? Então fica ligado nas informações que separamos para você.

Inscrições especiais

As inscrições para quem quer se inscrever pelo Enem iniciarão no dia 15 de outubro e vão até 14 de novembro de 2018. Já para a seleção voltada para o desempenho nas olimpíadas científicas será de 21 de novembro até 10 de janeiro de 2019.


O vestibular indígena, por outro lado, iniciará as suas inscrições no dia 15 de agosto e terminará no dia 14 de setembro de 2018. A prova ocorrerá em 2 de dezembro.

Para mais detalhes sobre as decisões que envolvem a aprovação das cotas étnico-raciais e o vestibular indígena, basta acessar o site http://encurtador.com.br/ltAT7 (link encurtado).

Sobre o formato do vestibular

Segundo a comissão responsável pela organização da prova, o formato e modelo das provas do vestibular da Unicamp será mantido e igual àquela aplicada na edição anterior. Sendo assim, na primeira etapa o exame será composto por um total de 90 questões com múltipla escolha e nas seguintes disciplinas: língua inglesa, língua portuguesa, literaturas de língua portuguesa, história, matemática, geografia, sociologia, filosofia, química, física, biologia e outras interdisciplinares. O tempo para a realização da prova é de, no máximo, cinco horas.

Já as provas da segunda etapa ocorrerão no mês de janeiro de 2019, com duração máxima de quatro horas. Sendo assim, no dia 13 será realizada uma redação e um exame sobre literaturas de língua portuguesa e língua portuguesa. Já no dia 14 a prova será dos conteúdos de história, geografia e matemática e, por fim, no dia 15 de ciências biológicas, química e física.

As avaliações sobre as habilidades específicas ocorrem entre 21 e 25 de janeiro, exceto para os cursos de música que terão divisão em duas fases. A primeira de 10 a 17 de setembro e a segunda entre 14 e 15 de outubro.

Isenção da taxa de inscrição

Apesar da obrigatoriedade de pagamento de taxa para a inscrição no vestibular, há ainda a possibilidade de que seja solicitada a isenção dessa até o dia 21 de maio. Essa pode ser feita por candidatos que são provenientes de famílias que possuem baixa renda, ou seja, que recebam por morador, no máximo, um salário mínimo e meio bruto por mês.

Além desses, ainda podem ser isentos outras duas categorias de pessoas: os funcionários da instituição Unicamp/Funcamp e, ainda, candidatos para os cursos de licenciatura no período noturno, englobando os cursos de pedagogia, matemática, licenciatura integrada em física/química, física, ciências biológicas e letras.

Entre os requisitos para essa última categoria estão: ter cursado o nível médio em instituições de rede pública, integralmente; e ser domiciliado e residente no Estado de São Paulo, concluindo ou já tendo concluído o ensino médio em 2018.

Conforme a Comvest, no total serão oferecidas 6,6 mil oportunidades de isenção em todas as 3 modalidades. A lista referente aos contemplados terá a sua divulgação em 23 de julho, sendo comunicado por correio eletrônico.

É importante salientar que a isenção não garante inscrição automática no processo seletivo. Assim, é preciso realizar a matrícula posteriormente utilizando um código dado pela instituição.

A ideia é que, apesar de todas as novas propostas que buscam uma maior inclusão social, a Unicamp irá manter a sua faixa de 80 mil inscrições no vestibular de 2019. No ano de 2018, no mesmo período foram contabilizados 83,7 mil participantes.

O projeto da instituição é o de investir mais de R$ 85 milhões em permanência e assistência estudantil durante esse ano. Esse valor é o dobro daquele aplicado há 5 anos.

Por Kellen Kunz



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *